ItáliaSerie A

Maldini: “Há muita confusão dentro do Milan”

Paolo Maldini é, incontestavelmente, o maior ídolo da história do Milan. Foram mais de trinta anos dedicados ao clube. Isso contando com o tempo em que ele ainda era apenas o lateral-esquerdo das categorias de base, filho do grande Cesare. Como um bom ídolo, Paolo é apaixonado pelo time que defendeu de corpo e alma por tantos anos. E quando alguém que dedicou toda sua carreira a um clube e virou a cara para o assédio de outros, tudo isso movido pela paixão, tece uma crítica à administração deste, dificilmente é com a pior das intenções e sem fundamento. As declarações feitas por Maldini ao jornal espanhol Marca estão, com certeza, entre chamadas críticas construtivas.

LEIA TAMBÉM: Venda do Milan aos chineses é arriscada, mas extremamente necessária

“Há muita confusão dentro do Milan. Inevitavelmente, os resultados do time são afetados em função disso. Acho que o clube necessita de pessoas que entendem sobre futebol e que faziam parte do grande Milan”, afirmou o ex-zagueiro. “Há muitos jogadores que definiram a história do clube e que poderiam oferecer contribuição. Mas no momento não é assim”, acrescentou. Não é a primeira vez que Maldini fala sobre os últimos e decadentes anos da gestão Berlusconi. Em outras ocasiões, o ex-jogador havia sido crítico em relação à preocupante situação na qual o Diavolo se encontra. Disse que a clareza e respeito às funções individuais de cada membro do clube não existem mais. E voltou a repetir isto na última semana.

“Não há papeis claramente definidos, nem há uma perspectiva de direção vinda do presidente”, expressou Paolo. No entanto, quando foi questionado se ele é alguém que se encaixa em sua própria sugestão de ex-jogadores exercerem importantes atividades dentro do clube, Maldini recuou. “Não foi isso que eu quis dizer. Com todo respeito àqueles que estão à frente do Milan hoje em dia, mas eu tenho uma ideia sobre futebol muito diferente às que eles têm. Eles são os que estão dentro do clube no momento, então eles podem controlá-lo do jeito que acham que é melhor”, falou.

Bem, talvez ainda não seja mesmo o momento de Maldini retornar ao clube rossonero, que passa por um momento de transição, já que sua venda foi acordada há pouco tempo. Com isso, o futuro de Adriano Galliani, diretor responsável pelas chegadas e saídas de jogadores no Milan e a quem Maldini mais direciona seus comentários negativos, se tornou incerto. O dirigente também tem em seus planos se tornar presidente da Lega Serie A. Ou seja, pode ser que uma porta para Maldini continuar fazendo o bem para o Milan, mas em outra função, se abra em breve. Mas ele sabe que agora não é a hora. Vide como Filippo Inzaghi e Clarence Seedorf se saíram no clube em meio à confusão interna instaurada há algum tempo.

Chamada Trivela FC 640X63

Mostrar mais

Nathalia Perez

Jornalista em formação trabalhando a favor de um meio esportivo mais humano. Meus heróis sempre foram jogadores de futebol, mas hoje em dia são muito mais heroínas.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo