ItáliaSerie A

Está na hora de considerarmos seriamente Tevez para a Bola de Ouro

A Juventus já é a campeã italiana, embora a pontuação ainda permita que um milagre aconteça e o time perca o título. Nesta quarta-feira, o time garantiu mais três pontos diante da Fiorentina em Turim, graças a mais uma grande atuação de Carlos Tevez. Os 3 a 1 vieram com dois gols de Carlitos, um dos grandes responsáveis pela campanha que leva a Juventus à semifinal da Champions League pela primeira vez desde 2003. Tevez tem sido uma arma letal da Juventus e cada vez mais suscita a discussão: está na Carlitos ser considerado para a Bola de Ouro.

LEIA TAMBÉM: A torcida do Milan se uniu para reclamar dos desmandos na diretoria: “Basta”

Com os dois gols que marcou contra a Fiorentina, Tevez chegou a 20 gols no Campeonato Italiano, mais do que conseguiu na temporada passada, quando fez 19. Contando todas as competições, Tevez fez 42 jogos e marcou 28 gols, além de oito assistências. É bom ressaltar que apenas dois desses gols foram de pênalti. Mais do que a quantidade, impressiona em Tevez como ele tem crescido nas decisões. Nos dois jogos contra o Borussia Dortmund, pelas oitavas de final da Champions League, ele marcou três vezes, sendo duas delas na casa dos alemães.

Os números são bons, mas melhor do que eles é o futebol que o argentino está jogando. Ele é o artilheiro da Juventus e da Serie A, com dois a mais que Mauro Icardi, da Inter. Tevez é um jogador de jogos grandes. Marcou gols nos dois jogos contra a Roma e nos dois jogos contra a Lazio, segundo e terceiro colocados da Serie A. Marcou também nos dois jogos contra o Milan e marcou também no jogo contra a Inter (o do segundo turno ainda acontecerá). O fator decisão de Tevez é muito grande.

A temporada do camisa 10 da Juventus é tão boa que ele acabou voltando à seleção argentina, depois de ser preterido por Alejandro Sabella na Copa do Mundo de 2014. Gerardo “Tata” Martino convocou o jogador, que vem sendo reserva, mas faz parte do grupo. Pode ter em junho uma nova chance de título com a seleção albiceleste na Copa América do Chile.

Aqui na redação, fizemos o exercício: quem seriam os seus cinco melhores da temporada? Messi e Cristiano Ronaldo têm que estar. Eden Hazard tem feito uma grande temporada pelo Chelsea, Paul Pogba vinha sendo um dos melhores da Europa até se machucar, Neymar já fez mais de 30 gols na temporada, um número muito impressionante, e Luis Suárez pareceu se encaixar muito bem no Barcelona.

Há ainda aqueles que se destacaram na Copa, como Manuel Neuer, mas a segunda metade não está tão boa quanto a primeira. James Rodríguez vinha muito bem antes de se machucar, voltou e continua comendo a bola. De todos eles, talvez Tevez e Neymar estejam entre os melhores para acompanhar Cristiano Ronaldo e Messi entre os destaques da temporada. Carlitos tem que ser considerado para a Bola de Ouro, ou ao menos para os prêmios de melhores da temporada.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo