Itália

Berlusconi defende teto salarial no futebol

Nesta terça, em declarações à imprensa italiana, o dono do Milan, Silvio Berlusconi, apoiou a ideia da criação de um teto salarial para o futebol. O dirigente ainda disse ter conversado sobre a ideia da adoção da medida na Europa, com Michel Platini, presidente da Uefa.

Segundo Berlusconi, “os salários dos jogadores estão fora da realidade. São inaceitáveis, distante da economia real que vivemos, e em tempos difíceis como este. Estão fora de qualquer parâmetro. É necessário introduzir um teto salarial.”

Sobre as conversas com Platini em direção da medida, Berlusconi, também primeiro-ministro italiano, disse: “Acho que deveríamos fazer como os Estados Unidos, alcançando uma decisão por uma lei de teto salarial ao longo da Europa. Falei com Platini e acho que chegaremos a essa discussão logo.”

A proposta foi apoiada por outro presidente de clube italiano (Claudio Lotito, da Lazio), mas não encontrou eco entre os jogadores. Segundo o zagueiro Fabio Cannavaro, “não se resolve todos os problemas do futebol reduzindo nossos salários. Se você cortar nossos ganhos, você deve cortar os preços de muitas coisas, começando com os ingressos.”

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo