Com a vitória no sábado sobre a Real Sociedad, o Barcelona assistia com atenção ao confronto entre Betis e Real Madrid, neste domingo (8), torcendo para manter a liderança parcialmente conquistada no dia anterior. E ela veio, em mais uma atuação ruim dos merengues na temporada. Com gol no fim, o time de Sevilha garantiu a vitória por 2 a 1 sobre os comandados de Zidane, que voltam à segunda colocação de La Liga depois de virar líderes na rodada passada, quando bateram justamente o maior rival.

A derrota não foi nenhum acidente ao Real Madrid, dominado pelo Betis em noite inspirada de Nabil Fekir. Ainda assim, os visitantes começaram relativamente bem, tendo a primeira boa chance do jogo em finalização perigosa de Vinícius Júnior, batendo rasteiro à direita do gol de Robles.

Aos 28 minutos, o Betis respondeu em jogada de bola parada, mas Marc Bartra, bem posicionado, acabou cabeceando por cima do gol. Oito minutos mais tarde, em boa trama do ataque, os donos da casa assustaram de novo Courtois. Com estilo, Fekir acertou um forte voleio, no alto, para boa defesa do belga, que espalmou para escanteio.

Aos 40, a pressão do time de Sevilha deu resultado. O Real tentava sair da zaga depois de cobrança de escanteio dos anfitriões, mas Fekir pressionou, tomou a bola, e ela sobrou para Sidnei. O zagueiro brasileiro, como um atacante impiedoso, acertou um foguete para marcar um golaço.

Nos acréscimos do primeiro tempo, o Real foi ao ataque com Vinícius pela esquerda. O brasileiro cruzou para a área, e lá dentro outros dois brasileiros foram protagonistas. Sidnei, tentando afastar a bola, chutou Marcelo, e o árbitro assinalou o pênalti. Na cobrança, Benzema empatou o jogo.

O Betis começou o segundo tempo novamente impondo pressão, com as jogadas passando pelos pés habilidosos de Fekir. Aos dez minutos, o francês armou um contra-ataque com um lançamento primoroso para Canales. O espanhol então tocou para o veterano Joaquín, que driblou Courtois, mas, desequilibrado, não conseguiu finalizar no gol vazio, batendo fraco, sem direção, e permitindo a interceptação de Modric.

Apesar de não merecer o empate até ali, o Real ainda quase chegou à virada aos 25 minutos da etapa final, quando Mendy arriscou de direita e acertou o travessão de Robles. A resposta do Betis veio em grande estilo, cinco minutos depois: na linha do meio de campo, Fekir deu um drible desconcertante em Militão, avançou até a área e tocou para Canales. O meia cruzou para trás, e Guardado, de fora da área, acertou um voleio que passou muito perto do travessão de Courtois.

Por fim, na desatenção do Real Madrid, o Betis chegou a seu tão merecido gol da vitória. Aos 38 minutos do segundo tempo, Benzema tentou um passe no meio de campo, errou a força e entregou para Guardado. O mexicano então lançou Cristian Tello, que não desperdiçou, batendo com jeito na saída de Courtois e decretando o 2 a 1.

Standings provided by Sofascore LiveScore

Forçado pelo resultado, o Real se lançou ao ataque nos minutos finais, com suas principais jogadas ofensivas passando pelos pés de Vinícius Júnior e Benzema, pela esquerda. O jogo aéreo foi bastante tentado, mas, nas melhores oportunidades, Sergio Ramos e Lucas Vázquez não finalizaram com qualidade.

Com a derrota, o Real Madrid, que assumira a liderança na semana passada ao derrotar o Barça por 2 a 0, volta ao segundo lugar, com dois pontos a menos que o grande rival, que bateu a Real Sociedad no sábado por 1 a 0, com gol de Messi.