Invasor ganha apoio de C. Ronaldo contra acusações

Ronald Gjoka entrou no gramado do estádio Sun Life para dar um abraço no português durante amistoso do Real contra o Chelsea, em Miami

Um dos momentos mais marcantes durante a pré-temporada do Real Madrid foi quando, em amistoso contra o Chelsea em Miami, um garoto invadiu o campo para dar um longo abraço em Cristiano Ronaldo e falar-lhe algumas palavras, provavelmente carinhosas, ao pé do ouvido do português. Quase dois meses depois, o invasor enfrenta duas acusações criminais pela invasão, mas ganhou um apoio muito importante para não sofrer nenhuma punição. O próprio camisa 7 do clube espanhol escreveu à polícia de Miami pedindo para que as acusações fossem retiradas.

“Entendo a posição de vocês e a importância de se reforçar as normas e a lei. No entanto, eu, respeitosamente, peço que vocês e seu escritório reconsiderem está decisão e retirem as duas acusações criminais que este jovem enfrenta”, dizia a carta de Ronaldo para o escritório policial de Miami.

Ronald Gjoka, estudante albanês de 20 anos, está sendo acusado por invasão e conduta desordeira, e seu advogado teme que o incidente no estádio Sun Life possa acarretar em complicações com a imigração e sua presença na faculdade.

Reveja o momento da invasão e do abraço de Gjoka em Ronaldo: