O primeiro jogo oficial de Antonio Conte como técnico da Internazionale foi de empolgar os torcedores. Diante de grande público no San Siro, o time goleou o Lecce por 4 a 0, com direito a estreantes brilhando. O meio-campista Stefano Sensi fez uma grande partida, com direito a gol, e Romelu Lukaku também deixou o seu. Em um jogo bastante seguro, a equipe não teve problemas diante de um adversário que deve brigar contra o rebaixamento na Serie A. Uma estreia perfeita.

O técnico Antonio Conte colocou em campo a formação que ele trabalhou ao longo da pré-temporada: 3-5-2, com Danilo D’Ambrosio como um dos zagueiros, ao lado de Milan Skriniar e Andrea Ranocchia. Este último entrou em campo porque Stefan Dr Vrij se machucou e, assim, precisou ficar fora. Diego Godín, também machucado, sequer tinha sido relacionado.

O jogo começou movimentado. A Inter, como era de se esperar, jogava em cima do Lecce, que, por sua vez, contra-atacava. Em um deles, o goleiro Samir Handanovic saiu do gol para abafar a jogada, Gianluca Lapadula tentou por cobertura, mas a zaga tirou com Ranocchia. Durante os 20 minutos iniciais, a Inter pressionava e chegou a ter uma grande chance com Lautaro Martínez, de cabeça, livre. Ele cabeceou para baixo, como manda o manual do bom cabeceio, mas a bola pingou e foi por cima.

Só que logo depois dos 20 minutos, a Inter conseguiu o gol. Se o Lecce dava pouco espaço para entrar na área, foi de fora dela que o time da casa abriu o placar. Marcelo Brozovic, em um chute bonito, acertou o ângulo e fez 1 a 0, aos 21 minutos. E marcado um gol, veio o segundo aos 24. Sensi tentou o chute de fora da área, a bola tocou na defesa e voltou para ele, que ajeitou de novo e, de pé direito, chutou rasteiro, no canto, e saiu para o abraço: 2 a 0, sem chance para o goleiro brasileiro Gabriel.

O ritmo diminuiu um pouco dali em diante, com a Inter controlando e dosando mais o esforço. Mesmo assim, Lukaku ainda fez uma grande arrancada, que acabou em passe para Lautaro Martínez e cruzamento dele para Brozovic, que de voleio mandou para fora. A Inter tinha a posse de bola para trabalhar, sem pressa.

O início do segundo tempo teve o Lecce bem mais perigoso. Atacou a Inter, chegou cm cruzamentos e chutes de fora da área, causando problemas. O time visitante teve em Filippo Falco um nome de destaque, com bons passes no ataque.

Só que a Inter arrancou o terceiro gol aos 15 minutos do segundo tempo. Lautaro Martínez chutou de fora da área, o goleiro Gabriel rebateu para frente e Lukaku apareceu livre no rebote para tocar para o fundo do gol: 3 a 0 para os interistas em Milão.

A situação ficou ainda pior para o Lecce aos 32 minutos do segundo tempo, quando o atacante Diego Farias, que tinha entrado 15 minutos antes, fez falta dura e acabou expulso. Com um a menos, a missão passou a ser não sofrer mais gols.

Aos 35 minutos da etapa final, Matteo Politano, que tinha entrado no lugar de Lautaro Martónez, chutou de fora da área e marcou o quarto gol, que acabou anulado por impedimento de Lukaku, que pulou para que a bola não desviasse nele, mas acaba interferindo na visão do goleiro. Só que o quarto gol veio, afinal, aos 39 minutos. Antonio Candreva, em um chute de longe, acertou o ângulo e ampliou o placar para 4 a 0.

A Inter começa muito bem na Serie A, com Candreva como um ala pela direita, com Kwadwo Asamoah também jogando muito bem pela esquerda. O jogo teve também a estreia de Nicolò Barella, que entrou no segundo tempo, aos 21 minutos, no lugar de Matías Vecino.

Ainda que o Lecce seja um time bastante fraco, a estreia foi bastante promissora. Conte é um técnico com um estilo e isso já ficou claro no seu primeiro jogo oficial. Um time que tem uma transição muito rápida e usa muito os lados do campo para atacar. O sistema defensivo, que também é característico em seus times por ser mais seguro, só poderá ser testado nos próximos jogos, quando tiver um adversário que realmente leve problemas. Por enquanto, a torcida certamente ficou feliz com o que viu.