Inter empata com Trabzonspor na Turquia e garante liderança

A Internazionale garantiu o primeiro lugar do Grupo B da Liga dos Campeões ao empatar com o Trabzonspor por 1 a 1 na Turquia nesta terça-feira. O time chegou a dez pontos, deixando os turcos, em segundo lugar, com seis, sem poder mais alcançar os nerazzurri.

Sem Wesley Sneijder machucado, o técnico Claudio Ranieri colocou Ricardo Álvarez no seu lugar. E a aposta valeu a pena. O argentino marcou o primeiro gol do jogo, aos 18 minutos. Em uma tabela com Diego Milito, Álvarez conseguiu sair na cara do gol e tocar com categoria e mandar para as redes.

Só que o Trabzonspor conseguiu empatar o jogo com o atacante Halil Altintop, ex-Schalke 04. O atacante recebeu e, de fora da área, mandou um chute forte, a bola desviou no zagueiro Walter Samuel e matou o goleiro Júlio César.

O segundo tempo, porém, foi menos movimentado. Os dois times acabaram não conseguindo mudar o placar. O resultado, assim, favoreceu a Inter, que conseguiu chegar a dez pontos na tabela de classificação do Grupo B.

O Trabzonspor chega com aos seis pontos, em segundo lugar, mas enfrentará na última rodada o Lille, terceiro colocado com cinco pontos. O CSKA Moscou precisará vencer a Inter em Milão e ainda torcer por um empate entre Trabzonspor e Lille.

Ficha técnica

Trabzonspor 1×1 Internazionale

Local: Hüseyin Avni Aker, em Trabzon (TUR)
Data: 22/nov, terça-feira
Árbitro: Martin Atkinson (ING)
Gols:  Halil Altintop aos 23’/1T (Trabzonspor), Ricardo Álvarez aos 18’/1T
Cartões Amarelos: Arkadiusz Glowacki, Serdan Balci (Trabzonspor), Cristian Chivu, Ricardo Álvarez (Internazionale)

Trabszonspor
Tolga Zengin; Ondrej Celuska, Arkadiusz Glowacki, Giray Kaçar e Marek Cech; Serkan Balci (Adrian Mierzerjewski aos 19’/2T), Didier Zokora e Gustavo Colman; Halil Altintop, Burak Yilmaz e Alanzinho (Paulo Henrique aos 40’/2T). Técnico: Senol Gunes

Internazionale
Júlio César; Yuto Nagatomo, Lúcio, Walter Samuel e Cristian Chivu; Javier Zanetti, Steban Cambiasso, Dejan Stankovic e Ricardo Álvarez (Marco Faraoni aos 44’/2T); Mauro Zárate (Philippe Coutinho aos 24’/2T) e Diego Milito (Giampaolo Pazzini aos 41’/2T). Técnico: Claudio Ranieri