O principal jogo da rodada na Serie A fechou o sábado. Internazionale e Roma prometiam um duelo de grande interesse na tabela, diante da corrida pela classificação à Liga dos Campeões. Porém, os 90 minutos no San Siro terminaram sem um vencedor. Os giallorossi ameaçaram aprontar, cortesia de um golaço de El Shaarawy nos primeiros minutos, mas reduziram o ritmo e viram os nerazzurri crescer. O time da casa arrancou o empate, embora estivesse distante de qualquer brilhantismo para algo a mais. Ao final, prevalece o empate por 1 a 1, insuficiente a ambos, embora aceitável diante do que ocorreu ao longo do dia. Mantém o cenário aberto na reta final do campeonato, com os interistas em uma situação mais cômoda.

A Roma começou a partida buscando o ataque. Ainda assim, dependeu de um milagre de Antonio Mirante logo nos primeiros minutos. Lautaro Martínez executou uma cabeçada fulminante e o goleiro conseguiu salvar em cima da linha, naquilo que parecia um gol certo. Foi a chave para os giallorossi saírem em vantagem pouco depois. Aos 14 minutos, Stephan El Shaarawy abriu o placar. Cortou dois marcadores com facilidade e acertou um lindo chute de fora da área, tirando do alcance de Samir Handanovic. Golaço.

Não era um bom primeiro tempo da Internazionale, afinal. El Shaarawy voltaria a testar Handanovic nos minutos seguintes, enquanto um carrinho de Danilo D’Ambrosio evitou a perigosa aproximação de Lorenzo Pellegrini. Somente nos minutos anteriores ao intervalo é que os nerazzurri tiveram uma postura mais contundente, buscando empatar. Na melhor oportunidade, a cabeçada de D’Ambrosio triscou a trave antes de sair. A Roma voltou do intervalo com Nicolò Zaniolo saindo do banco. Os interistas eram mais ativos no ataque. Já aos nove minutos, Luciano Spalletti tirou Radja Nainggolan para reforçar a linha de frente com Mauro Icardi. Enquanto muitos torcedores aplaudiram o centroavante, os ultras vaiaram, indicando a cisão em relação ao argentino.

Fato é que Icardi não faria muita diferença ao jogo. E, ainda assim, a insistência da Internazionale garantiu o empate aos 16 minutos, a partir de uma boa jogada. D’Ambrosio fez o cruzamento aberto em direção ao segundo pau, onde Ivan Perisic apareceu para completar. A importância do jogo a ambos os times poderia indicar um final intenso. Seguiu aberto, mas sem a devida pontaria. A Inter controlava a posse de bola e parecia mais interessada na virada, sem acertar o pé. Além disso, quando os giallorossi chegaram do outro lado, Handanovic manteve a segurança. Chegou a fazer uma defesaça contra Aleksandr Kolarov, que evitou o pior. Assim, o empate se consumou.

A Inter fecha a rodada com 61 pontos. Está isolada na terceira colocação, com cinco pontos de vantagem para o Milan. Já a Roma perdeu a chance de tomar a quarta colocação. Tem 55 pontos, um a menos que os rossoneri. No fim das contas, a grande beneficiada de um final de semana ruim aos candidatos ao G-4 pode ser a Atalanta. É a única que ainda precisa entrar em campo, ainda que não tenha uma tarefa simples, ao visitar o Napoli no San Paolo. Num campeonato definido com tamanha antecedência pela Juventus, a disputa mais emocionante prima pelo drama, mas não exatamente pelo embalo de seus concorrentes.