A Internazionale começou o ano expondo suas ambições para o restante da temporada. No Friuli, foi recebida pela Udinese, que, assim como ela anteriormente, briga no meio da tabela para alavancar na classificação da Serie A e conseguir permissão para ir a alguma competição europeia. E mal recebida. Pelo menos no primeiro tempo, e até sair o gol de empate. Vindo de três vitórias importantes, a Inter começou o jogo bastante passiva, tanto que tomou um gol de contra-ataque antes dos 20 minutos. Mas esboçou reação com a arma secreta de Stefan Pioli: Ivan Perisic. E, assim, bateu o time de Udine fora de casa por 2 a 1, de virada, placar que colocou oficialmente os nerazzurri na disputa por vagas europeias, colados no rival Milan.

LEIA TAMBÉM: Icardi diz que situação com De Boer era insuportável e acredita em Inter chegar à Champions League

É incrível como Perisic se tornou o jogador decisivo da Inter nesta temporada. Começou com o gol da vitória sobre a Juventus no San Siro, em setembro. Depois, o tento de empate para escapar de um vexame ante ao Bologna, também em casa. Teve também o desenrolar no finzinho da partida contra o Crotone, livrando os nerazzurri de um vergonhoso empate sem gols contra um time que ocupa as últimas colocações na tabela. Neste domingo, foi a vez da ‘doppietta’ pela disputa pela Europa, a qual consagrou a quarta vitória consecutiva no campeonato e elevou o número de tentos marcados pelo croata nesta campanha. Agora são seis, oito a menos do que o artilheiro Mauro Icardi. Quem, aliás, compõe com ele uma bela dupla ofensiva. O primeiro gol descreve bem a conexão que dá certo entre ambos.

A Udinese abriu o placar com um gol que sucedeu uma arrancada fabulosa de Samir, ex-Flamengo. Foi uma jogada linda, finalizada pelo Jakub Jankto, jovem meia das Zebrette. A Inter empatou ainda no primeiro tempo, só que instantes antes do apito sinalizando o final da primeira etapa. Icardi recebeu pela esquerda, driblou um marcador na área e passou para Perisic bater. Um chute fraco, meio desajeitado e defensável, mas que foi no canto do goleiro e igualou o marcador. Foi aos 40 do segundo tempo que os três pontos foram conquistados, com o croata subindo sozinho na área após cobrança de falta de João Mário e empurrando a bola pro gol.

Assim sendo, a Internazionale se manteve na sétima posição indo a 33 pontos, o mesmo tanto que o Milan tem antes de entrar em campo contra o Cagliari, no San Siro, e dois a menos que a Atalanta, que ocupa a quinta posição e está na zona de classificação para a Liga Europa (e venceu o Chievo por 4 a 1). Por enquanto, o trabalho de Pioli está em alta. A sequência é boa e a forma como o time joga é melhor, ainda que a Udinese tenha relaxado depois de tomar o gol de empate e recuado muito no segundo tempo.