Embora seja apontado como um dos favoritos para a conquista da Bola de Ouro, Andrés Iniesta apontou um velho conhecido para ficar com o prêmio em 2012. Segundo o espanhol, Lionel Messi deveria ser condecorado pelo quarto ano consecutivo, diante dos números apresentados nos últimos meses.

“Messi é o número um. Não só por seus gols, mas também por todo o seu jogo. Ele tem um papel muito importante no time, é único e determinante, por isso bate todos os recordes. O que faz as pessoas no Barcelona felizes é que ele ainda tem um longo caminho pela frente”, declarou o meio-campista.

Quem também elogiou as atuações de Messi foi o técnico Tito Vilanova: “Leo continua quebrando recordes. Sua média de gols é espetacular. Alguns grandes jogadores demoraram sete ou oito temporadas para marcarem tantas vezes quanto ele em apenas um ano. Além disso, alguns de seus tentos são belíssimos”.

Autor de dois gols no domingo, contra o Mallorca, Messi chegou aos 76 tentos em 2012 e ultrapassou a melhor marca atingida por Pelé em um ano solar. Contudo, o argentino precisa de mais nove gols para igualar o recorde, registrado por Gerd Müller em 1972.