InglaterraLiga Europa

West Ham inaugura casa nova e finalmente sopra bolhas no Estádio Olímpico

Bolhas, belas bolhas pelo ar, finalmente foram sopradas no Estádio Olímpico, nesta quinta-feira. Como o torneio de futebol dos Jogos, o West Ham estreou a sua casa nova três dias antes da cerimônia de abertura, o amistoso contra a Juventus no próximo domingo. E foi um jogo de verdade, valendo vaga nos playoffs da Liga Europa, a última fase antes dos grupos.

LEIA MAIS: West Ham exaltará raízes operárias com uniforme especial para a estreia no Estádio Olímpico

Não poderia ter começado melhor: com 54 mil pessoas presentes, venceu o Domzale, da Eslovênia, por 3 a 0 e avançou com 4 a 2 no placar agregado. Também tivemos novidades dentro de campo. Bilic começou com Feghouli e Nordtveit como titulares, no meio campo, e o argelino marcou um dos gols da vitória (os outros foram anotados por Kouyaté).

Depois do jogo, Bilic chegou atrasado à entrevista coletiva e brincou. “É uma longa caminhada. Preferia o Upton Park”, disse. “Não tem sentido fazer comparações. São coisas diferentes. Mas tivemos uma atmosfera muito boa”.

Mas o grande momento da noite foi antes da partida, quando a torcida do West Ham, pela primeira vez, soltou a voz para cantar a sua música preferida, “I’m Forever Blowing Bubbles”, no Estádio Olímpico, que será sua casa pelos próximos anos. Vale conferir. E se arrepiar.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo