InglaterraPremier League

Suárez pede desculpas por não cumprimentar Evra

Após recusar os cumprimentos a Patrice Evra neste sábado, Luis Suárez pediu desculpas por sua atitude antes do clássico entre Manchester United e Liverpool. Anteriormente suspenso por oito jogos por fazer ofensas racistas contra o defensor do United, o uruguaio sofreu duras críticas após a partida.

“Eu conversei com o técnico desde o fim do jogo em Old Trafford e avaliei que as coisas aconteceram de uma maneira errada. Eu não apenas agi errado com ele, mas também com o clube e com os torcedores e peço desculpas”, afirmou o jogador neste domingo, em nota divulgada pelo site do Liverpool.

“Eu cometi um erro e lamento por tudo o que aconteceu. Eu deveria de apertado as mãos de Patrice Evra e quero pedir desculpas por minhas ações. Gostaria de deixar essa situação para trás e concentrar em jogar futebol”, completou.

Logo após não apertar as mãos de Evra, Suárez teve seu cumprimento recusado por Rio Ferdinand e Danny Welbeck. O jogador ainda se envolveu com uma briga no túnel durante o intervalo e uma confusão na saída do campo após a vitória por 2 a 1 do Manchester United.

Diretor do Liverpool, Ian Ayre também revelou a insatisfação do clube com a postura do atacante: “Estou extremamente desapontado com Suárez. O jogador havia dito que cumprimentaria Evra antes do jogo, mas depois decidiu não fazê-lo. Ele estava errado por nos enganar e por não dar as mãos para Evra.

“Ele não desapontou apenas ele próprio, mas também Kenny Dalglish, seus companheiros e seu clube. Está claro para Suárez que seu comportamento não foi aceitável. Todos temos o dever de se comportar de forma responsável e esperamos que ele entenda o que se espera de qualquer pessoa que represente o Liverpool”, completou.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo