Inglaterra

Reação histórica: Newcastle 4×4 Arsenal

Um jogo histórico. Foi o que aconteceu neste sábado no St. James Park, em Newcastle upon Tyne, onde os donos da casa conquistaram um empate inacreditável com o Arsenal. Após levar quatro gols em menos de 30 minutos, o Newcastle reagiu e buscou a igualdade em 4 a 4. Em um jogo, também, que ficou marcado pela polêmica arbitragem de Phil Dowd.

Com isso, a 26ª rodada do Campeonato Inglês, que teve diversos placares elásticos, deixou a equipe londrina com 50 pontos, quatro a menos que o líder Manchester United, que joga mais tarde contra o Wolverhampton. Já o Newcastle subiu para a décima posição, com 31.

Os Gunners começaram massacrando os Magpies. Com 41 segundos, Theo Walcott fez o primeiro gol dos visitantes. Dois minutos depois, Johan Djorou fez de cabeça o segundo e deixou atordoado o time da casa – foi o primeiro do defensor marfinense pelo time londrino em 103 jogos.

E já aos dez minutos, Robin van Persie tratou de ampliar para 3 a 0. O holandês aproveitou cruzamento de Walcott e finalizou.

Para ampliar o massacre, Van Persie fez mais um aos 26. Desta vez Bacary Sagna e o holandês, completamente livre, não teve trabalho para finalizar e transformar a partida em goleada.

O Newcastle só conseguiu reagir aos 22 da segunda etapa – sem contar a expulsão de Abou Diaby aos cinco minutos, por confusão com Joey Barton. Laurent Koscielny derrubou o irlandês Leon Best na área e o árbitro Phil Dowd marcou pênalti. Na cobrança, Barton descontou.

Pouco depois, aos 28, Barton achou Best no centro da área, que dominou, virou rápido e marcou. A arbitragem, porém, de maneira equivocada, marcou impedimento. Só que um minuto depois, após cruzamento, Best de novo tentou cabecear e a bola caiu em seus pés, na pequena área. Ele chutou forte e diminuiu para 4 a 2.

E aos 37, os Magpies conseguiram o terceiro gol. A arbitragem viu um pênalti cometido por Thomas Rosicky. Barton cobrou de novo, desta vez no meio do gol, e Wojciech Szczesny quase defendeu.

Por fim, aos 42 minutos, Cheick Tioté fez a torcida explodir de alegria no St. James Park. O marfinense pegou um rebote da defesa, da entrada da área, de primeira, e marcou um golaço. Resultado, histórico, final: 4 a 4.

Demais jogos

Em casa, o Manchester City não teve trabalho para bater o West Bromwich por 3 a 0. O argentino Carlos Tevez foi o grande nome da partida: no primeiro tempo, ele marcou três vezes, aos 17 minutos, de pênalti, aos 22 e aos 39. Assim, o City foi a 49 pontos e, com um jogo a mais, fica a apenas um do vice-líder Arsenal.

Já o Tottenham sofreu, mas bateu o Bolton por 2 a 1. Rafael van der Vaart abriu o placar aos seis minutos, mas Daniel Sturridge, aos dez da segunda etapa, empatou. Aos 47 da etapa final, Niko Kranjcar conseguiu o gol salvador, que fez os Spurs irem a 44 pontos, mesma soma do Chelsea, quarto colocado.

Confira os jogos da 26ª rodada do Campeonato Inglês:

Sábado, 5/fevereiro
Stoke 3×2 Sunderland
Newcastle 4×4 Arsenal
Tottenham 2×1 Bolton
Wigan 4×3 Blackburn
Aston Villa 2×2 Fulham
Manchester City 3×0 West Bromwich
Everton 5×3 Blackpool
Wolverhampton x Manchester United

Domingo, 6/fevereiro
West Ham x Birmingham
Chelsea x Liverpool

Confira a classificação do Campeonato Inglês.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo