Inglaterra

Peso do 10: Wilshere e Rooney garantem vagas na FA Cup

O esforço de Robin van Persie não foi em vão. Com um gol salvador nos últimos minutos, o artilheiro garantiu o empate por 1 a 1 no primeiro confronto com o West Ham pela Copa da Inglaterra, forçando o jogo extra. E, sem precisar de tanto esforço, o Manchester United confirmou a passagem para a quarta fase da competição com triunfo por 1 a 0 em Old Trafford, com tento de Wayne Rooney. O próximo adversário dos Red Devils será o Fulham.

Sir Alex Ferguson entrou com diversas modificações em seu time titular, incluindo a volta de Wayne Rooney após três semanas afastado por lesão. Já o centroavante escalado foi Chicharito Hernández, com Van Persie ficando no banco.

Os Red Devils precisaram de apenas nove minutos para marcar o gol da vitória. Após excelente lançamento de Anderson, Chicharito ajeitou dentro da área e Rooney escorou para as redes vazias. Sem aumentar muito o ritmo, o United seguiu melhor durante o primeiro tempo, mas não criou tantos lances de perigo.

O West Ham tentou sair um pouco mais para o jogo no segundo tempo, mas os anfitriões continuavam assustando mais. Chicharito teve boa ocasião, mas parou em Jussi Jaaskelainen. Já aos 34, o segundo só não veio por conta da falta de competência de Rooney, que isolou cobrança de pênalti. No fim, Chicharito ainda teve um gol anulado, impedido após passe magistral de Ryan Giggs.

Wilshere resolve em Londres
Wilshere comemora o gol da classificação

No primeiro encontro, Swansea e Arsenal deixaram o show de gols no empate por 2 a 2 para o fim. E, da mesma forma, o classificado só foi conhecido nos últimos minutos no Emirates Stadium. Em ótima exibição, Jack Wilshere comandou os Gunners, assegurando vitória por 1 a 0.  Na quarta fase, os londrinos pegam o Brighton & Hove Albion.

Partindo para o ataque durante os primeiros minutos, o Arsenal era impulsionado por Olivier Giroud. No entanto, o Swansea não demorou a se recuperar após mau início, chegando a acertar o travessão com Kyle Bartley. A grande chance dos Gunners só viria no fim do primeiro tempo, com Vorm salvando tentativa de Thomas Vermaelen após escanteio.

Na volta do segundo tempo, o Arsenal tentou matar a partida, com Santi Cazorla e Theo Walcott chamando a responsabilidade. Quem brilharia no fim das contas, porém, foi Wilshere. Depois de pedir um pênalti e exigir boa intervenção de Vorm, o meio-campista fez o gol da vitória aos 41 minutos, soltando a bomba da entrada da área após passe de Giroud.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo