InglaterraPremier League

Nem o título tira os pés de Ranieri do chão: sua meta na Premier League é fazer 40 pontos

Durante a última temporada, mesmo nos momentos em que ficou claro que o Leicester não brigaria contra o rebaixamento, o técnico Claudio Ranieri não se afastou nem um centímetro do seu discurso: o objetivo do time era fazer 40 pontos para garantir uma permanência confortável na Premier League. Atingiu essa marca no começo de janeiro, e o resto, como dizem, é história. Atual campeão inglês, adivinha qual a meta que o técnico italiano estabeleceu para o Campeonato Inglês que começa no próximo final de semana?

LEIA MAIS: Ibrahimovic começa oficialmente no Manchester United expondo seu poder decisivo

“40 pontos”, disse, em entrevista coletiva depois da derrota para o Manchester United na Supercopa da Inglaterra, arrancando risadas dos jornalistas. “Não deem risada. Eu recomeço com a mesma filosofia. A mesma humildade. O que conquistamos na última temporada foi fantástico, mas, agora, 40 pontos. Depois disso, vamos ver”.

Experiente, Ranieri sabe os desafios que tem pela frente. O Leicester não será mais novidade, será visado por todos os clubes desde o começo e dividirá atenção com a Champions League. O elenco não foi tão reforçado quanto se imaginava para disputar duas competições simultâneas com o mesmo nível de concentração e força física. Vieram apenas cinco jogadores, e Kanté, um dos pilares da equipe, foi embora para o Chelsea.

Enquanto o técnico conseguiu impedir que os jogadores se deslumbrassem no caminho para a glória na última temporada, uma vez que o título foi de fato conquistado, essa também é uma missão mais difícil. A estratégia, portanto, é manter a bola do time baixa, até porque um dos seus grandes méritos na campanha histórica foi correr e lutar mais que o adversário. Além disso, se funcionou tão bem alguns meses atrás, por que não tentar de novo?

Em Wembley, o Leicester deu indícios de que seguirá sendo um osso duro de roer. Fez uma boa partida contra o Manchester United, a qual dominou durante alguns momentos, e acabou perdendo o título com um gol de Ibrahimovic, quando a decisão parecia caminhar para os pênaltis. “Jogamos muito bem no segundo tempo. Acho que merecíamos no mínimo os pênaltis. Mas quando você joga contra um grande campeão, isso pode acontecer”, encerrou o humilde Ranieri.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo