Inglaterra

Barton: “Posso ser o exemplo que nunca fui”

Com chances de jogar pelo Newcastle neste sábado, contra o Sunderland, pela Premier League, Joey Barton deseja recomeçar sua vida. O meia, cujo nome se tornou sinônimo de confusões, falou sobre seus erros do passado e se mostrou disposto a apagar sua imagem negativa.

“Felizmente, eu posso ser o exemplo que nunca fui. Minha reputação não pode me seguir até o fim da minha vida. Algumas pessoas me disseram que eu não vou conseguir”, afirmou, em entrevista à rede britânica BBC.

Entre os problemas nos quais se envolveu, o meia ficou preso por agredir um homem. Barton também brigou com Ousmane Dabo, quando eram companheiros de equipe no Manchester City. Ele já apagou um cigarro no rosto de um companheiro de equipe e depredou um táxi, entre outros atos.

Barton reconheceu seus erros e se disse merecedor de todos os rótulos negativos. “Quando falo da experiência das coisas erradas que fiz em minha vida e como tentei mudar isso, acho que as pessoas demonstram respeito. Felizmente, acho que posso alcançar quem eu achava inatingível. Mereço cada crítica dirigida a mim”, comentou.

Por fim, o jogador demonstrou arrependimento por suas atitudes. “Tive mais chances na minha vida do que merecia. Esta é minha última oportunidade e sinto-me muito grato. O mais importante para mim é ficar sóbrio. Se eu pudesse voltar atrás, com certeza, mudaria tudo”, completou
 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo