Inglaterra interessaria a Felipão

A seleção da Inglaterra é um destino possível de Luiz Felipe Scolari após a Copa de 2006. Em entrevista ao jornal inglês The Observer, o técnico brasileiro afirmou que “analisaria com interesse” uma eventual proposta para dirigir a seleção do país depois do Mundial.

Felipão também deixou claro que está totalmente comprometido com Portugal até a Copa da Alemanha. “Fico feliz com esse tipo de menção, mas temos que respeitar os outros profissionais. Além disso, só poderei negociar depois do fim do meu contrato com Portugal”, afirmou o técnico brasileiro. Seu contrato com a Federação Portuguesa termina após a competição.

“Da maneira como eu encaro os desafios, depois de dois ou três meses de curso intensivo de inglês eu já poderia dar entrevistas. Trabalhei com jogadores no Kuwait sem intérprete. Hoje eu já me defendo no inglês”, disse Scolari, que também avaliou que a “alegria e simplicidade” do futebol brasileiro poderiam fazer a Inglaterra evoluir ainda mais.

Diretores da Federação Inglesa já declararam que pretendem que o sucessor de Sven Goran Eriksson seja “o melhor técnico, independentemente de sua nacionalidade”. No entanto, o treinador sueco tem contrato até 2008. Para demiti-lo, a federação teria que pagar uma multa de chr(128) 15 milhões.

Na entrevista, Felipão elogiou o atual técnico da Inglaterra: “gosto dele como pessoa e gosto da maneira como ele trabalha. A Inglaterra é um dos quatro ou cinco times que têm grandes chances de ganhar a Copa do Mundo”.