Enquanto o time masculino do PSG se preparava para o jogo contra o Toulouse, a equipe feminina do clube parisiense estava em campo encarando o Tours. Eram as oitavas de final da Copa da França de futebol feminino. E foi logo aos três minutos de bola rolando que as meninas abriram o placar diante das adversárias. Placar este que terminou em uma goleada por 11 a 0, com direito a três gols brasileiros. Um deles, o último anotado na primeira etapa, foi tento de estreia. Era a incansável e eterna Formiga, contratada pelo Paris Saint-Germain até junho, deixando sua marca no 14º time que completa uma das trajetórias mais grandiosas do futebol feminino e do esporte brasileiro.

LEIA MAIS: O maior negócio do PSG no fechamento da janela: Formiga jogará a Champions

Além dela, Cristiane também marcou contra o Tours. Foram dois gols da maior artilheira da história das Olimpíadas. O resto dos tentos foram tiveram autoria de Georges, Henry, Katoto, Boquete, Sarr e Diallo. E embora o jogo tenha sido fácil para o PSG, não é tão comum de Formiga fazer gols, por isso o destaque. A meia mais serve outras jogadoras e marca do que balança as redes. Sua idade avançada também deve ser levada em consideração. Aos 38 anos, ela mantém um nível que poucos atletas de sua idade conseguem sustentar. E foi isso que levou o PSG, que tem um dos times femininos mais fortes da Europa, a assinar contrato com ela.

Com o resultado obtido do massacre fora de casa, diante de um público de mais de quatro mil espectadores, as parisienses estão classificadas para as quartas de final da Copa da França feminina. Porém, terão que esperar até terça-feira para saber contra qual equipe disputarão uma vaga na semifinal.