O Borussia Dortmund possui o melhor ataque da Bundesliga, mas vinha passando aperto nas últimas rodadas. Desde a goleada sobre o Stuttgart em outubro, os aurinegros não conquistavam uma vitória por mais de dois gols de diferença. Na maioria das vezes, era um golzinho a mais só e o temor que permanecia até os minutos finais. Por isso mesmo, a rodada deste sábado serviu para a equipe de Lucien Favre extravasar. Dentro do Signal Iduna Park, o BVB não teve piedade do Hannover 96 e goleou os seus adversários, candidatos ao rebaixamento. O primeiro tempo ainda permaneceu com os seus riscos, até que a segunda etapa contasse com um show: 5 a 1 sobre os visitantes, com vários jogadores impressionando individualmente, em especial Achraf Hakimi.

Apesar da goleada, Roman Bürki também foi fundamental ao resultado. Isso porque o goleiro realizou uma defesaça logo no primeiro minuto de jogo, em cabeçada de Hendrik Weydandt. Apesar do favoritismo do Borussia Dortmund, o Hannover 96 não foi uma equipe que se conteve à defesa e assustou no início. Todavia, logo os aurinegros começaram a encontrar seus espaços e a se aproximar do gol. Marco Reus apareceu duas vezes em ótimas condições, mas mandou uma para fora e na outra carimbou o pé da trave. Assim, caberia a Hakimi abrir o placar. Ótima jogada do marroquino pela ponta esquerda, fintando e arrematando de fora da área. Na sequência do primeiro tempo, os visitantes até assustaram no jogo aéreo. Enquanto isso, o goleiro Michael Esser também evitou que Raphaël Guerreiro ampliasse a contagem.

Durante o segundo tempo, porém, o Dortmund comprovou a sua superioridade. O ataque fluiu de vez, com transições rápidas e boas jogadas pelos lados de campo. Assim, a goleada se tornou natural. O segundo veio aos 15 minutos, com Hakimi aproveitando um erro da zaga adversária. O lateral serviu Reus, que desta vez não perdoou. Dois minutos depois, Jadon Sancho fez uma algazarra em diagonal e deu a bola com açúcar a Mario Götze, batendo cruzado. E o quarto aconteceria logo aos 22, desta vez com Reus puxando o contragolpe, antes de entregar o presente para Guerreiro concluir. O BVB diminuiu o ritmo e o Hannover até descontou, em chute desviado de Marvin Bakalorz aos 41. Mas daria tempo para mais um dos anfitriões. Axel Witsel recebeu com liberdade na entrada da área e desferiu um chute no cantinho, beijando a trave antes de entrar.

Emprestado pelo Real Madrid, Hakimi se mostra um enorme acerto do Borussia Dortmund. O lateral contribui decisivamente ao jogo ofensivo do clube e faz uma temporada excelente, em setor que garantia uma velha dor de cabeça ao clube. Não será surpresa se a diretoria redobrar seus esforços pela permanência. Ainda assim, fica difícil destacar apenas um nome na contundente vitória. Reus, Sancho e Guerreiro foram muito bem no apoio, assim como Witsel dominou a faixa central. A confiança segue firme para o Dortmund buscar a reconquista da Bundesliga.

O gol de Witsel, aliás, foi o 50° do Dortmund nesta campanha. São ao menos 11 tentos a mais do que qualquer outro clube da Bundesliga, uma liga que possui médias de gol relativamente altas. Além disso, os aurinegros chegam a 48 pontos, provisoriamente nove de vantagem sobre o Bayern de Munique, que encara o Stuttgart neste domingo. A reação dos bávaros é aguardada. Mais importante, no entanto, será o time de Lucien Favre manter a toada. Pela bola que vem jogando e pela pontuação que constrói, as chances são muitíssimo concretas.