A temporada ainda está na sua metade inicial na Europa, mas os centroavantes estão chamando a atenção. Na disputa pela Chuteira de Ouro já despontam alguns candidatos a grandes artilheiros da temporada. Ciro Immobile, da Lazio, é o atual líder, mas há outros concorrentes próximos, como Radamel Falcao García, do Monaco, Mauro Icardi, da Internazionale, e Edinson Cavani, do Paris Saint-Germain. O prêmio só conta gols na liga nacional.

LEIA TAMBÉM: Lazio prolonga o sofrimento do Benevento com goleada

Immobile vive uma temporada melhor que a de todos, inclusive Lionel Messi, que está na disputa pela Chuteira de Ouro. O centroavante italiano marcou 14 gols até aqui em 11 jogos, em uma média fantástica de 1,27 gol por jogo. Falcao tem uma média até melhor, embora esteja atrás em gols. São 13 gols em nove jogos, média de 1,44. Lionel Messi tem 12 gols em 12 jogos, com média de 1,2.

Outros estão por perto, como Mauro Icardi, da Internazionale. O argentino marcou 11 gols em 10 jogos, média de 1,1 por partida. A marca é idêntica a de Edinson Cavani, do Paris Saint-Germain. Paulo Dybala não está muito atrás: são 11 gols em 11 jogos. Pierre-Emerick Aubameyang, do Borussia Dortmund, marcou até aqui 10 gols em 10 jogos, marca igual à do seu concorrente na Bundesliga, Robert Lewandowski, do Bayern de Munique.

Dries Mertens, que se converteu em centroavante há cerca de um ano, também tem um início de temporada ótimo: 10 gols em 11 jogos. Jonas, do Benfica, também vai acumulando gols: são 12 em 10 jogos.

Jonas, aliás, é o brasileiro mais bem colocado no momento. Depois dele, vem João Morelli, do Levadia, da Estônia, que tem 17 gols em 22 jogos. É preciso ressaltar, porém, que a temporada na Estônia é no chamado calendário anual: de março a novembro. Por isso, em novembro o número de gols dos jogadores que atuam em campeonatos com calendário anual para de ser contado, enquanto os demais, que vão até maio, seguem contando.

É provável que os jogadores dessas ligas percam posições, portanto. É inclusive por isso que Albert Prosa, do FCI Tallin, e Rauno Sappinen, do Flora Tallin, estão em segundo e terceiro lugar na disputa pela Chuteira de Ouro neste momento. Os dois já marcaram 27 gols em 34 jogos – estão, portanto, no final da temporada. É o caso também de Nicklas Bendtner, que atua no Rosenborg, e já marcou 17 gols em 26 jogos.

Há outros jogadores que ainda não estão em boa posição em número de gols marcados, mas podem pintar ao longo da temporada. Um deles é Harry Kane. O centroavante tem oito gols em nove jogos. É bem possível que os números do inglês subam muito ao longo da temporada. Basta lembrar que ele foi o artilheiro da Premier League nas duas últimas temporadas.

Neymar, que não é um centroavante, tem sete gols em oito jogos pelo PSG. Sergio Agüero tem sete gols em sete jogos. Edin Dzeko, da Roma, fez uma temporada absolutamente marcante, com o seu recorde de gols, com 39 gols em 51 jogos. Contando só os gols da liga, que são os que valem para a Chuteira de Ouro, foram 29 gols em 37 jogos. Nesta temporada, são sete gols em 10 jogos.

Quem começou a temporada mais devagar, mas tem potencial para brigar entre os artilheiros é Gonzalo Higuaín. Por enquanto, são seis gols em 11 jogos – sendo os dois últimos no clássico com o Milan, no fim de semana, em San Siro. Dybala é o artilheiro da Juventus até aqui, mas Higuaín é um marcador de gols e deve melhorar seus números ao longo da temporada.

Outros centroavantes ainda estão com números baixos, mas também têm potencial de avançar na lista. Bas Dost, do Sporting, é outro que fez uma grande temporada em 2016/17 e tem oito gols em 10 jogos; Gabriel Jesus, do Manchester City, tem seis gols em nove jogos; Álvaro Morata, do Chelsea, tem seis gols em nove jogos. Jamie Vardy é outro que pode subir. Tem seis gols em 10 jogos.

Por enquanto, quem brilha mesmo é Ciro Immobile, que vai chamando a atenção na briga por artilharia na Serie A. O italiano, aliás, já marcou em 14 gols em 11 jogos. O Brasileirão, que está na 31ª rodada, tem como artilheiro Henrique Dourado, do Fluminense, com 16 gols, seguido por Jô, do Corinthians, com 15. E não é demérito aos brasileiros: é só para demonstrar que Immobile está realmente em uma fase iluminada.

Para este redator, Immobile é o centroavante em melhor fase no momento no futebol europeu, não só pelos gols, mas pelas ótimas atuações pela sua Lazio cada vez melhor, que briga nos primeiros lugares da tabela.

E para você, quem é o melhor centroavante em atividade? E quem pode terminar a temporada como vencedor do prêmio Chuteira de Ouro da Europa? Deixe a sua opinião nos comentários.