A temporada da Roma no Campeonato Italiano é bastante boa e o time tem um bom elenco, com capacidade para fazer algum barulho. Só que bom desempenho na Serie A não impediu que o time fosse dominado e vencido pela Lazio na disputa por uma vaga na final da Copa da Itália. Um dos protagonistas deste time é Ciro Immobile. Contratado nesta temporada, Immobile vive uma grande fase, marcou gol mais uma vez e ajudou o time a se classificar, mesmo perdendo por 3 a 2.

LEIA TAMBÉM: Decolando! Hoffenheim vence o Bayern pela primeira vez e reafirma seu sucesso na Bundesliga

Immobile fez uma grande temporada atuando pelo Torino em 2013/14, o que o levou a uma transferência ao Borussia Dortmund. O italiano chegou para substituir Robert Lewandowski como centroavante, mas não foi bem sucedido. Acabou encostado e, depois, foi emprestado ao Sevilla. No clube espanhol também não foi bem e acabou voltando ao Torino, por empréstimo, nos seis meses da última temporada. O bom desempenho ao lado de Andrea Belotti despertou a atenção da Lazio, que pagou ao Sevilla para ficar em definitivo com o jogador.

Na Lazio, Immobile tem 21 gols na temporada, em 34 jogos. São 18 gols na Serie A, em 29 jogos, além de outros três gols em cinco jogos na Copa da Itália. Seu desempenho vem sendo bom como nos tempos de Torino e o técnico da seleção italiana, Giampiero Ventura, agradece. O atacante é titular da Azzurra, justamente ao lado de Belotti. No Torino, o treinador da Itália comandou os dois jogadores e forma um bom ataque. E nesta terça, o bom desempenho de Immobile foi mais uma vez importante.

As duas propostas de jogo foram claras desde o início: a Lazio se fechou para explorar contra-ataques enquanto a Roma chamou a responsabilidade de atacar e criar jogadas. O problema é que o time giallorossi não conseguiu criar muito. Quem mais levou perigo sempre foi a Lazio. Até que, aos 37 minutos do primeiro tempo. Serge Milinkovic Savic aproveitou rebote do goleiro Alisson, que fez grande defesa para impedir o gol de Ciro Immobile, e abriu o marcador.

O empate veio rápido para a Roma. Aos 43 minutos, depois de um cruzamento de Rüdiger para a área e falha da zaga azul-celeste, Stephan El Shaarawy marcou e colocou 1 a 1 no placar. Foi o placar do primeiro tempo. No segundo, a Roma sabia que precisava de três gols. Por isso, veio para cima com tudo. E deu tantos espaços que a Lazio era quem ameaçava com um gol. Já tinha ensaiado contra-ataques com Baldé Keita. Até que veio um que foi fatal.

Aproveitando o péssimo posicionamento da defesa romanista, Immobile foi lançado, saiu na cara do gol e não desperdiçou a chance: 2 a 1 para a Lazio, aos 10 minutos do segundo tempo. Com isso, a situação da Roma ficou muito delicada. Seriam necessários quatro gols para classificar o time de Luciano Spalletti.

Mohamed Salah até aproveitou para marcar o gol de empate aos 21 minutos, aproveitando rebote dentro da área. Faltavam três gols. Até Francesco Totit foi colocado em campo, em uma última tentativa de abafar no final do jogo. Conseguiu outro gol, novamente com Salah, mas já aos 45 minutos. Não vieram mais gols.

A temporada da Roma continua sendo boa na Serie A, só que a Lazio se fez gigante para derrubar a rival no confronto. A Roma é a vice-líder da Serie A com 68 pontos, em uma ótima campanha de 22 vitórias, dois empates e seis derrotas. São seis pontos de diferença para a Juventus. Tem uma boa campanha, sólida, com um ótimo ataque. Mas continuará sem título na temporada, o que gera uma pressão.

A Lazio, por sua vez, tentará um título que conquistou em 2012/13, quando derrotou a própria Roma em uma final que será muito lembrada. Espera a definição de adversários entre o Napoli e a Juventus. A Velha Senhora, líder também do Campeonato Italiano, venceu o jogo de ida em Turim por 2 a 0. Os Partenopei tentarão a virada nesta quarta, em Nápoles.