O momento não poderia ser mais propício. Depois da mobilização nos Estados Unidos com a Copa do Mundo, o recorde de público em um jogo de futebol no país foi quebrado. As condições eram favoráveis a isso, claro. Afinal, era óbvio que o duelo entre Manchester United e Real Madrid atrairia uma multidão, mesmo sendo um amistoso. E o palco escolhido foi justamente o Estádio de Michigan, o maior do país, com capacidade para 109 mil pessoas. Lotação máxima para que fossem superados os 101,8 mil levado à final do futebol nas Olimpíadas de 1984.

LEIA MAIS: A paixão dos americanos pelo futebol teve o seu primeiro jogo de multidões em 1926

Quem foi às arquibancadas certamente gostou do que viu. O United conquistou uma vitória imponente por 3 a 1, demonstrando um bom futebol. A chegada de Louis van Gaal parece começar a fazer efeito, com boas trocas de passes entre os Red Devils. E coube a Ashley Young, Rooney e Chicharito marcarem os gols. Ainda assim, o espetáculo mesmo ficou do lado de fora do campo.

O público recorde pode não significar necessariamente um trampolim para o futebol nos EUA. Por exemplo, a Índia tem seu clássico que leva 100 mil ao Estádio Salt Lake e, mesmo assim, a modalidade não deslancha no país. Assim como essa marca é até pequena se comparada ao que o Brasil conseguia décadas atrás com seus estádios faraônicos, mas uma série de questões (por motivos que variam desde o preço dos ingressos e ao tamanho das acomodações à qualidade do espetáculo e ao desmando dos dirigentes) fez com que o público aqui se retraísse estrondosamente. De qualquer forma, é bonito ver um estádio tão cheio. E, se essa marca tiver impacto sobre a população local, dá para esperar médias de público crescentes nas arquibancadas do país, nem que seja nesses amistosos internacionais. Porque, no fim das contas, ninguém sabe melhor como transformar o esporte em negócio como os americanos, e o sucesso atual do futebol por lá é inegável.

Abaixo, as fotos da tarde histórica e o vídeo do momento em que Cristiano Ronaldo entra em campo, já no segundo tempo:

Panorâmica do Estádio de Michigan
Panorâmica do Estádio de Michigan
Tomada aérea do estádio
Tomada aérea do estádio
O estádio foi majoritariamente vermelho
O estádio foi majoritariamente vermelho
United comemora com a sua torcida nos EUA
United comemora com a sua torcida nos EUA
Atrás da disputa, a multidão
Atrás da disputa, a multidão