Mauro Icardi fez falta a Internazionale nas últimas semanas. Não apenas pelos jogos que perdeu por lesão, mas também por ter acompanhado a má fase do time a partir de dezembro. Desde o empate contra a Juventus, eram 12 jogos com apenas duas vitórias dos nerazzurri – e dois gols do capitão, que não necessariamente renderam os três pontos. Na última rodada, o camisa 9 teve seu retorno comemorado, após quatro partidas de ausência, apesar do empate sem gols contra o Napoli. Neste domingo, todavia, é que seu impacto realmente ajudou a Inter. E com uma atuação impecável, que eleva o moral do time na Serie A. Com quatro gols do artilheiro, incluindo duas pinturas, os interistas devastaram a Sampdoria por 5 a 0, em pleno Estádio Luigi Ferraris. Resultado imprevisível, mas muito bem vindo ao time de Luciano Spalletti.

Afinal, seria natural imaginar que a Inter pudesse se complicar nesta partida. A Samp vinha com a segunda melhor campanha em casa da Serie A. Nas 14 partidas anteriores, os genoveses tinham dez vitórias e dois empates como mandantes. Até a própria Juventus sofreu uma de suas únicas duas derrotas no campeonato indo ao Luigi Ferraris. Em contrapartida, os nerazzurri possuíam um desempenho relativamente tímido como visitantes, com cinco vitórias fora de casa, quatro delas contra times ameaçados pelo rebaixamento. Não parecia muito que o quadro mudaria.

Spalletti repetiu a escalação do jogo contra o Napoli, apostando em Rafinha na armação e Icardi no comando do ataque. A Inter até demorou a abrir o placar, mas ia mandando no jogo durante os primeiros minutos, com mais posse de bola e boas chegadas principalmente pelas pontas. Os últimos 20 minutos da etapa inicial, entretanto, permitiram o massacre. O primeiro gol saiu aos 26. Após jogada de Antonio Candreva, João Cancelo cruzou e Ivan Perisic se infiltrou para desviar de cabeça. Já o show de Icardi teve seu ponto de partida aos 30. Rafinha sofreu pênalti, que o camisa 9 converteu.

Aos 33, a real humilhação. Icardi precisou brigar por uma bola cruzada rasteira, em direção à primeira trave. Ao ficar com ela, estava de costas para o gol, cercado pelo goleiro Emiliano Viviano. Ainda assim encontrou uma solução ao lance difícil, e de uma maneira genial: emendou um chute de calcanhar, impossível de ser defendido. Por incrível que pareça, após o apagão de sete minutos, a Sampdoria esboçou uma reação, inclusive com Duván Zapata carimbando a trave. Mas o jogo estava acabado neste momento. Antes do intervalo, Rafinha quase também fez de calcanhar, parando em Viviano. Então, no rebote, Icardi completou a tripleta.

O golpe de misericórdia ficou para a volta do intervalo, em mais uma definição magistral de Icardi. Em outra bola mal afastada pela defesa da Sampdoria, o capitão emendou de primeira, com um lindo sem-pulo. A bola quicou no gramado, ganhou altura e encobriu Viviano, antes de morrer nas redes. O relógio marcava seis minutos do segundo tempo e a partida acabava naquele momento, com raras emoções nos 40 minutos restantes. Spalletti tirou Icardi aos 20, impossibilitando uma noite ainda melhor do artilheiro. Foi a segunda vez na carreira que o camisa 9 anotou quatro gols em uma mesma partida – a primeira quando atuava pela própria Samp, em 2013, contra o Pescara. Além disso, o argentino ultrapassou a marca de 100 gols pela Serie A (agora, 103 no total) e alcançou também os 100 gols com a camisa nerazzurra. Nesta temporada, são 22 tentos na liga, dois a menos que o artilheiro Ciro Immobile.

A Inter segue na briga com Roma e Lazio por duas vagas na próxima Liga dos Campeões. Neste momento, os três times têm o mesmo número de jogos, 28 – mas os romanos ainda irão entrar em campo na rodada, enquanto os milaneses têm o dérbi adiado com o Milan. Em quarto, o time de Luciano Spalletti se mete entre os dois, com 55 pontos, um a menos que os giallorossi e dois a mais que os biancocelesti. Seguem no páreo e, além de conquistarem um resultado importante, em um jogo que não parecia tão fácil, dão uma resposta contundente sobre uma possível recuperação. Já a Samp é a sétima, com 44 pontos, e sonha com a Liga Europa.