Zlatan Ibrahimovic tem sido um nome muito falado recentemente. O atacante, de 37 anos, está prestes a lançar um livro, chamado “I Am Football” (“Eu sou futebol”) e um dos episódios divulgados é da sua transferência do Milan para o Paris Saint-Germain, em 2012. Segundo o sueco, ele não queria deixar o clube italiano, mas acabou sendo obrigado a ir para a França – o que, claro, não foi nenhum sacrifício dado que ele fez um pedido salarial enorme.

LEIA TAMBÉM: Cortina de fumaça? PSG ameaça levar caso do Fair Play Financeiro da Uefa para o TAS

“Galliani me disse: ‘Não se preocupe, Zlatan, nós não iremos vender você’”, afirmou Ibrahimovic. “Algumas semanas depois, eu estava em minha casa em Vaxholm, eu estava lá fora, esquiando, quando eu vi que tinha cinco ligações perdidas de Mino [Raiola, o seu empresário]”, contou o jogador. “’OK, Leonardo irá te ligar’, disse Mino. Leonardo? Que Leonardo? Então subitamente eu entendi: ele estava falando de Leonardo, o diretor esportivo do PSG”, continuou Ibra.

“Eu disse para Mino: ‘Eu não irei responder à ligação dele, Galliano confirmou para mim que ele não irá me vender’. Então Mino me disse: ‘Eu sei, mas eles já te venderam’. Quando eu falei com Mino naquele verão, eu disse a ele que dificultaria para o PSG. Eu queria manter meu salário no Milan e queria que eles dissessem algo como: ‘cara, você está exagerando, você está pedindo demais’”, continua o atacante do Los Angeles Galaxy.

“Eu queria usar isso para que eles desistissem. Então eu disse ao Mino para escrever tudo que eu queria. Eu listei todos os meus desejos e quando eu terminei eu disse para Helena [esposa de Mino] que eles nunca aceitariam isso, era impossível”, continuou Ibra. “Apenas 20 minutos depois, porém, Mino me ligou e disse: ‘Você conseguiu tudo que pediu’. Depois disso, não havia volta. Eu disse a ele: ‘OK, prepare tudo’. Eu sou um homem de palavra, quando eu disse que vou fazer alguma coisa, eu faço”.

Coincidentemente, ou talvez nem tanto, Zlatan Ibrahimovic está sendo cogitado para voltar ao Milan, mesmo aos 37 anos, na janela de transferências de janeiro. Ele esteve no clube na temporada 2010/11 e depois na temporada 2011/12. O Milan precisava de dinheiro na época e vendeu dois dos seus principais jogadores para o PSG: o zagueiro Thiago Silva e o atacante Ibrahimovic. Na França, Ibra ficou quatro anos e marcou um enorme número de gols: 156 gols em 180 jogos.

Em 2016, Ibra foi para o Manchester United e fez ótima temporada: 28 gols em 46 jogos, até que se machucou e ficou fora por muitos meses. Voltou a jogar apenas no final de 2017, de novo pelo Manchester United, mas fez apenas sete jogos e marcou um gol. Se transferiu para o Los Angeles Galaxy em março de 2018 e sua trajetória na Califórnia tem sido excelente, ao menos em termos individuais: 27 jogos, 22 gols. O time, porém, não conseguiu classificação aos playoffs, o que foi considerado um enorme fracasso. Ele terá outra chance de conseguir sucesso em 2019. Se é que ele continuará por lá.


Os comentários estão desativados.