O clássico de Los Angeles tem sido muito movimentado na MLS desde que a sua recente história começou. O LA Galaxy, mais antigo, continua sendo um carrasco para o rival Los Angeles, que estreou apenas em 2018. El Tráfico, como o duelo foi apelidado pelos torcedores pelo caótico trânsito de Los Angeles, tem sido um jogo sempre interessante e atraente para a TV – ainda mais em uma cidade tão importante e populosa quanto Los Angeles. Neste domingo, os dois times protagonizaram um jogaço no Estádio Banco of California, casa do Los Angeles. Um 3 a 3 que teve brilho de Zlatan Ibrahimovic e Cristian Pavón pelo Galaxy e Latif Blessing e Carlos Vela pelo Los Angeles.

A tabela de classificação da MLS mostra que o Los Angeles é o time mais forte da liga no momento. É líder da Conferência Oeste e o melhor time da competição, com 62 pontos e 19 vitórias em 27 jogos. O Galaxy está bastante atrás em termos de pontuação, com apenas 42 pontos nos mesmos 27 jogos e 13 vitórias. Só que a distância na tabela não é necessariamente a distância em campo, ainda mais quando se trata de um clássico que o Galaxy tenta se manter invicto.

Desde que a disputa começou a acontecer, são cinco jogos, com duas vitórias do Galaxy e três empates. O Los Angeles é claramente um time muito forte e uma vitória deve acontecer, cedo ou tarde. Talvez o duelo aconteça nos playoffs, o que certamente teria tudo para causar muita repercussão na cidade e mesmo no país. O duelo entre Carlos Vela, candidato a MVP da temporada regular, e Ibrahimovic, um dos melhores jogadores da liga, está fortíssimo. E o domingo comprovou mais uma vez que os dois são duas das maiores estrelas não só de Los Angeles, mas de toda liga.

Neste domingo, o jogo foi frenético no primeiro tempo. E o Galaxy começou muito melhor. Logo depois do primeiro minuto de jogo, Cristian Pavón fez uma boa jogada e tocou para Ibrahimovic, que finalizou de pé esquerdo para marcar 1 a 0. A vantagem não durou muito tempo. Aos 12, Latif Blessing empatou o jogo para os mandantes. Só que aos 15, Favio Alvarez fez o lançamento nas costas da zaga e Ibrahimovic driblou o goleiro para marcar 2 a 1. E um minuto depois, foi a vez de Favio Alvarez tocar para Pavón, que finalizou para marcar 3 a 1. Uma grande vantagem para os visitantes.

Antes do intervalo, o Los Angeles arrancou um gol que o recolocou no jogo. Latif Blessing, mais uma vez, marcou e deixou o placar em 3 a 2, ainda possível. E no segundo tempo, logo no início, o craque do time da casa apareceu. Em uma tabela com Mark Anthony Kaye, Carlos Vela recebeu dentro da área e tocou na saída do goleiro para igualar o marcador em 3 a 3.

Os dois times tentaram o gol que daria a vitória e ambos saíram frustrados de não terem ficado com os três pontos.