Zlatan Ibrahimovic é um falastrão, um personagem que ele gosta de ser. Aos 37 anos, o jogador tem uma carreira de muitos títulos e vestindo muitas camisas pela Europa. Surgiu no Malmö e jogou também por Ajax, Juventus, Internazionale, Barcelona, Milan, PSG e Manchester United. No início de 2018, depois de uma lesão séria que teve em 2017 e que tirou parte do seu espaço no United, ele se transferiu para o Los Angeles Galaxy. Jogando pelo clube da Califórnia, foram 22 gols em 27 jogos. Em entrevista ao site do Manchester United, o atacante sueco rasgou elogios ao clube de Old Trafford e falou sobre o desafio de ir para a Inglaterra e ter conseguido vencer.

LEIA TAMBÉM: A ampla entrevista de Ibrahimovic à BBC permite um verdadeiro mergulho no tal “Planeta Zlatan”

“Meu desafio era, na idade que eu estava, ir para a Inglaterra, onde eu tinha anos de todo mundo me dizendo que eu não era bom o bastante. Eu gosto dessas coisas porque me provocam. Elas me dão adrenalina”, afirmou o falastrão atacante. “Depois de três meses, todos eles estavam comendo as próprias palavras. Eu precisava de novos haters porque todos os antigos se tornaram meus novos fãs”, brincou o sueco. “Onde quer eu fosse antes do United eu tinha vencido e foi meu prazer que isso tenha acontecido novamente na Inglaterra. Vencer está no meu DNA, eu preciso vencer – essa é a minha mentalidade. Eu odeio perder. Eu não sou um mau perdedor, mas eu odeio isso e amo vencer”.

“Eu disse que nós iríamos vencer e nós ganhamos dois grandes troféus. Eles falam por eles mesmos. Eu não tinha certeza que eu jogaria na Inglaterra, mas quando tomei a decisão que eu jogaria, estava muito claro na minha mente que eu jogaria pelo United. Esse é o time pelo qual eu queria brilhar. É o time que se encaixa em mim”, afirmou o jogador, que conquistou a Copa da Liga e a Liga Europa pelo United.

“Aquela primeira temporada completa no United foi fantástica. Tudo foi. Eu realmente aproveitei. A família era feliz, todo mundo estava feliz, o clube cuidou de mim e tornou tudo muito fácil para mim. Eu precisava apenas aparecer, colocar minhas chuteiras e jogar”, continuou o atacante. “Quando eu vim para o United e eu disse que queria conquistar a Inglaterra, as pessoas estavam rindo de mim. Eu não estava brincando”.

“Os torcedores do United são fantásticos. Eu não estou dizendo isso porque eu joguei pelo United. Eu sei porque eu estava do seu lado e eu sei o sentimento que eles dão a você”, disse o sueco, de 37 anos. “Eles realmente gostaram do eu fiz e eles foram gratos. Esse é o melhor crédito que um jogador pode receber porque quando você faz algo e recebe essa resposta dos fãs, é incrível”.

“Eles são 50% de tudo que nós fazemos. Imagine se você jogasse em estádios vazios… Você não jogaria. No Old Trafford estava sempre cheio. Sempre. Em todos os jogos, eles apareciam, sempre apoiando”, declarou ainda o jogador.

Ibrahimovic fez 53 jogos pelo United e marcou 29 gols. Sua passagem foi excelente em desempenho pela equipe vermelha de Manchester e só não foi melhor por causa de uma lesão. No dia 20 de abril de 2017, quando jogava contra o Anderlecht, no jogo de volta das quartas de final da Liga Europa, o atacante sofreu uma  ruptura do ligamento cruzado anterior.

Uma lesão grave, que o tirou de campo pelos meses seguintes. Ele só tinha contrato até junho de 2017 e ficou sem contrato. Em agosto, ele assinou um novo vínculo de uma temporada com o United, mas a sua volta era incerta. O tempo de recuperação desse tipo de lesão é de oito meses. Ele voltou a jogar no dia 18 de novembro, apenas sete meses depois da lesão. Jogaria pouco nas partidas seguintes, sendo titular em apenas dois deles. Marcaria um gol, contra o Bristol City, nas quartas de final da Copa da Liga, no dia 20 de dezembro de 2017.

Com pouca perspectiva de realmente jogar no United, Ibrahimovic acertou a sua ida para os Estados Unidos em março, fechando com o Los Angeles Galaxy. Na MLS, dos 27 jogos que disputou, foi titular em 24, com 22 gols marcados e sete assistências. O Galaxy, porém, não conseguiu chegar aos playoffs da liga. Com contrato para esta temporada, Ibrahimovic terá o desafio de levar o time californiano à fase final da MLS em 2019, além de manter o bom desempenho em campo. E os gols, claro.