Zlatan Ibrahimovic é filho de imigrantes. Nascido em Malmö há 35 anos, em 1981, ele tem origem eslava, como o nome revela. É filho de um pai bósnio muçulmano, Sefik Ibrahimovic, que imigrou para a Suécia em 1977. Sua mãe é croata e católica, Jorka Gravic, que também imigrou para a Suécia. Foi onde seus pais se conheceram. Ibrahimovic já declarou seu amor pela Suécia, inclusive gravando uma nova versão do hino do país e ganhando disco de ouro por isso. Em entrevista á revista Cafe, da Suécia, ele fala sobre sua relação apaixonada pela Suécia e também a admiração por uma outra figura importante do esporte sueco: Björn Borg.

LEIA TAMBÉM: “Ibra ainda pode jogar por muitos anos”, diz cirurgião que operou o joelho do atacante

Ibrahimovic fez questão de deixar claro seu amor pela na entrevista concedida à revista sueca, enquanto fazia o lançamento de um perfume da sua marca. “Eu acho que todo mundo que já viveu fora do país por um longo tempo fica com um amor ainda mais forte pela Suécia. Penso sobre a natureza da Suécia, as luzes e os aromas que vejo e sinto à minha frente, a tranquilidade longe dos holofotes”, diz o jogador.

Conhecido pela sua habilidade, técnica e pelo seu atletismo, Ibrahimovic foi perguntado que outros suecos ele admira. Ele apontou outro atleta: Bjorn Borg. “Seu desempenho me empolga. Assim como eu, ele veio do nada e provou que tudo é possível. Ele é o único que chegou ao meu nível e fez a diferença”, comentou o atacante.

Borg teve uma carreira de sucesso no tênis nos 20 anos que atuou. Ganhou seis vezes o torneio de Roland Garros, cinco vezes Wimbledon. Foi finalista do US Open quatro vezes. Ganhou uma vez também a Copa Davis pela Suécia. Chegou a ser número 1 do mundo em 1977. Jogou de 1973 a 1993 (com um breve período que se aposentou e voltou). Certamente os dois são ídolos do país e assim serão para sempre, registrado na história e nas memórias dos suecos.

LEIA TAMBÉM: A preparação que faz de Zlatan Ibrahimovic melhor à medida que fica mais velho

O amor pela Suécia
Zlatan Ibrahimovic, em jogo das Eliminatórias da Eurocopa pela Suéica (Photo by Alex Livesey/Getty Images)
Zlatan Ibrahimovic, em jogo das Eliminatórias da Eurocopa pela Suéica (Photo by Alex Livesey/Getty Images)

Quando perguntado sobre o que a Suécia significa para ele, Zlatan encheu o país natal de elogios. “Tudo! É da Suécia que eu venho, é a Suécia que eu represento e sempre penso em tudo que eu faço. Tudo que é bom para mim fora da Suécia é um bônus que eu fico extremamente feliz e orgulhoso, mas a Suécia que é tudo para mim. O que acontece na Suécia é mais importante para mim. Tudo que eu faço é ligado à Suécia. Eu faço questão que todo mundo saiba o que a Suécia é”, diz o jogador.

O lançamento do seu perfume foi em Estocolmo, a capital e cidade onde Ibrahimovic tem uma casa. Perguntado sobre o local mais significativo do país para ele, a resposta é até óbvia. “Malmö, é claro. Foi onde eu cresci e tinha meu próprio mundo. Antes de 17 anos eu não sabia como era fora do meu distrito”, contou o jogador.

Quando está de férias, Zlatan gosta de ir para Jämtland, a 540 quilômetros de Estocolmo, a norte do país. Ele tem duas casas na cidade. “Eu tento ir para lá sempre que posso. As pessoas de Jämtland têm sido extremamente acolhedoras para mim. Eles fazem as coisas e tomam decisões pelo que seus corações dizem”, diz Ibra.

Quando perguntado o que ele gosta em Jämtland, ele descreve a natureza e tranquilidade. “A floresta e a terra de pântano lá em cima é absolutamente mágico. Há muitos quilômetros entre cada casa. Onde eu serei eu mesmo. Ninguém me reconhece na floresta. Eu também gosto mais do inverno do que você imagina”, respondeu o astro sueco.

Ibra já viveu em Amsterdã, Turim, Milão, Barcelona, Paris e Manchester. Depois de passar por tantos países, ele diz que pretende viver na Suécia quando pendurar as chuteiras. “Em algum ludar da Suécia perto da natureza. Eu sempre tive muitas pessoas em volta de mim por muitos anos. Cidades, concreto, carros, fumaça de escapamento e estresse. Eu quero apenas ficar sozinho com a minha família, paz e silêncio. E nós somos privilegiados na Suécia, nós não sabemos o quanto temos de coisas boas”, disse.

Pelo que vimos da carreira de Zlatan Ibrahimovic até aqui, podemos esperar que quando ele se aposentar do futebol, estará presente de outras formas. Além da sua linha de perfumes, ele já disse que gostaria de ser ator e, quem sabe, fazer o papel de James Bond. Será que a MI6 recrutaria na Suécia? Porque é lá que este personagem sempre divertido estará quando não estiver mais marcando seus gols acrobáticos pelos gramados.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM:
– Força, Ibra! O Ajax x Lyon que marcou a estreia avassaladora do craque, aos 20, na Champions

Os caras do FutParódias, que são feras, fizeram uma paródia com a música “Hey Ya”, do Outkast, falando sobre Ibrahimovic. É absolutamente sensacional: