Pelo final da temporada passada e pelas movimentações no mercado, o Milan promete um desempenho mais consistente na Serie A 2020/21. E a estreia na competição reforça tal prognóstico, com uma boa vitória sobre o Bologna. Zlatan Ibrahimovic roubará as manchetes, ao garantir logo de cara seus dois primeiros tentos no campeonato, protagonista no triunfo por 2 a 0 dentro do San Siro – que teve mil presentes nas arquibancadas, em ingressos doados a profissionais da saúde. Mas, no geral, foi uma atuação satisfatória dos comandados de Stefano Pioli, em que outros jogadores merecem elogios, como Theo Hernández ou Franck Kessié.

O primeiro lance de perigo do jogo seria do Bologna, que parecia disposto a buscar o gol logo nos primeiros minutos. Roberto Soriano finalizou com muito perigo, em bola que pegou em Simon Kjaer antes de ir para fora. Mas não demorou para que o Milan dominasse as ações ofensivas, muitas vezes orbitando em Ibra. O atacante já ficaria muito próximo do primeiro gol aos 11 minutos, num lindo corte de letra, antes de bater ao lado da trave. E os rossoneri permaneceram martelando, com boas tentativas desperdiçadas por Ismael Bennacer e pelo jovem zagueiro Matteo Gabbia. O gol era questão de tempo, e viria aos 35 minutos.

Mantendo o alto nível da temporada passada, Theo Hernández mais uma vez deve ser uma peça central neste Milan e logo ofereceu sua primeira assistência. O cruzamento chegou perfeito a Ibrahimovic, que subiu no meio da marcação e cabeceou com firmeza. A vitória parcial garantia tranquilidade aos rossoneri, que levariam perigo outra vez com Çalhanoglu, em finalização que seguiu por cima da meta. E os anfitriões voltariam com mudança para o segundo tempo, apostando em Alexis Saelemaekers na vaga de Samu Castillejo.

O Milan estava resoluto a matar a partida. Saelemaekers logo apareceu para servir Ibra, mas o sueco parou em grande defesa de Lukasz Skorupski. O segundo tento, de qualquer forma, não demorou a vir. Bennacer sofreu falta no limite da área e, com o auxílio do vídeo, a arbitragem assinalou corretamente o pênalti. Skorupski acertou o canto, sem conseguir alcançar a ótima cobrança de Ibrahimovic.

Enquanto Sinisa Mihajlovic tentava melhorar o Bologna com as alterações, o Milan perdia oportunidades para anotar o terceiro. Aos 18 minutos, Ibra chegou a driblar Skorupski, mas exagerou na força e mandou a bola por cima do travessão, com pouco ângulo. Os rossoblù adotaram uma postura mais agressiva, levando os rossoneri a protegerem o resultado e a travarem os visitantes. Assim, Gianluigi Donnarumma não tinha trabalho. Skorupski era mais ameaçado e realizaria outra excelente intervenção numa bomba de Theo Hernández.

Pioli aproveitou para promover as estreias de Brahim Díaz e Sandro Tonali pelo Milan na Serie A durante a reta final da partida. Entretanto, o Bologna conseguiu incomodar um pouco mais e poderia ao menos ter descontado. Donnarumma realizou sua primeira defesa difícil aos 34, em arremate de Andreas Skov Olsen, e o goleiro ainda agradeceu à sorte quando Federico Santander acertou o travessão. Mas qualquer tentativa de reação dos rossoblù acabou esfriada pouco depois, aos 42, quando Mitchell Dijks recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Nada mais impediria os rossoneri.

Para um primeiro jogo de campeonato, o Milan deixou boa impressão. Mostrou alternativas e alguns jogadores parecem manter o alto nível dos meses anteriores. Faltou ser mais preciso nas chances que surgiram, mas nada que tenha feito falta. O Bologna não é um adversário para impor um desafio tão grande, mesmo vindo de uma temporada razoável. Mas, pelo amadurecimento, os milanistas podem esperar um desempenho superior ao da Serie A passada. O começo indica isso.

Milan x Bologna (Fonte: WhoScored)