Hull volta à Premier League, mas não sem testar o coração

Momentos de forte emoção no encerramento da Segunda divisão inglesa: Hull belisca a última vaga direta com pênalti e invasão da torcida

Garantir o acesso à primeira divisão do seu país nem sempre é fácil, quase nunca é tranquilo e em quase todas as ocasiões, reserva momentos de muita tensão quando a promoção se aproxima.

O torcedor do Hull City sabia disso quando viu seu time entrar em campo no KC Stadium pela última rodada da Segunda divisão inglesa. Só não esperava tantas mudanças no panorama que garantiria os Tigres na Premier League após três anos de espera pelo retorno. Na vice-liderança, o Hull marcava 78 pontos contra 77 do Watford. Em caso de vitória simples dos dois, os laranjas

Uma série de reviravoltas mexeu com o coração dos presentes nas bancadas, enquanto no gramado, um empate de 2 a 2 com o campeão Cardiff serviria apenas para efeitos de playoff.

Enquanto isso, Watford e Leeds também empatavam em 1 a 1 no Vicarage Road, casa dos Hornets. O resultado deixava as coisas como estavam. Cardiff já garantido, Hull como vice e Watford, Brighton, Crystal Palace e Leicester nos playoffs em Wembley.

No KC Stadium, o Hull teve alguns problemas e certa dose de azar durante sua partida. Campbell abriu o placar para os galeses, mas Proschwitz e McShane devolveram aos Tigres a vantagem no marcador e a vaga na Premier League. Acompanhando atentamente ao que acontecia no Vicarage Road, a galera nas bancadas já comemorava o acesso, clima de alegria, cerveja e tarde ensolarada.

O segundo tempo rolava nos dois estádios e o Watford precisava alcançar a vitória se quisesse evitar a presença no mata mata em Wembley, onde os fracos não têm vez. Eram jogados redondos 40 da etapa final quando a coisa começou a esquentar para os dois concorrentes que se estapeavam pela segunda e última vaga direta para a elite inglesa.

Calma, gente, foi só um pênalti…

Aos 45, o juizão de Hull x Cardiff anotou uma penalidade máxima a favor dos Tigres. Era a chance de sacramentar a festa, que por culpa de alguns apressadinhos começou antes mesmo de Proschwitz correr para a cobrança. O pessoal invadiu o campo para comemorar ao pensar que se tratava do apito final. Que loucura, veja só você.

Proschwitz então errou a cobrança e qualquer gol do Watford para desempatar no outro jogo colocaria os Hornets na segunda posição, forçando os Tigres a disputarem a última chance em dois jogos eliminatórios. O clima de “putzgrila, e agora?” tomou conta das arquibancadas no KC. Sim, todos eles voltaram aos seus lugares para acompanhar o desfecho do filme de suspense que se instalou na Segundona.

Teste para cardíaco no KC Stadium

O negócio ficou preocupante quando o tio do apito marcou outro pênalti, mas desta vez em cima de Maynard, do Cardiff. Sem titubear, ele mesmo pegou a bola e balançou as redes, deixando tudo igual. O Hull ficou por um fio.

Com sete minutos a mais para jogar, o Watford corria contra o tempo para tentar marcar aquele que seria o gol do acesso. E correu tanto que se afobou, levando um contragolpe fatal que culminou na virada do Leeds. McCormack foi às redes aos 45 do segundo tempo e será herói por muito tempo para o pessoal do Hull City.

Pela televisão, os atletas do Hull acompanhavam o restinho de partida ainda em andamento no Vicarage Road. Era só questão de tempo para que a promoção fosse garantida. A cena mais marcante dessa espera foi a comemoração de El Mohamady, que deu alguns beijos na câmera e mandou ver uma dancinha bem esquisita.

Quem sobe, quem tenta subir e quem está rebaixado

Como campeão, o Cardiff somou 87 pontos já carimbou sua presença na próxima Premier League. Logo atrás vem o Hull City, com 79. Watford com 77, Brighton com 75, Crystal Palace com 72 e Leicester com 68 disputarão os playoffs.

Aliás, esta quarta vaga em Wembley foi disputada e teve margem estreita para frustrar o Bolton (também com 68, 18 vitórias contra 19 do Leicester) e o Nottingham Forest, com 67. Importante ressaltar que o Forest perdeu para o próprio Leicester em casa por 3 a 2, com gol aos 46 do segundo tempo, obra de Knockaert. Já o Bolton, ficou no empate por 2 a 2 em seus domínios com o Blackpool, que escapou por pouco da degola.

Lá embaixo, o Peterborough, com 54 pontos, seguido do Wolverhampton com 51 e o Bristol City com 41, disputarão a terceirona na próxima temporada. Uma pena para o Posh, que perdeu para o Crystal Palace por 3 a 2 e viu o Barnsley empatar num jogo de comadres contra o Huddersfield. A diferença entre os dois foi justamente de um ponto e o Peterborough tinha uma vitória a mais no cartel.

Quem sobe e quem desce Inglaterra