“Foi um dia maluco”. Assim, Callum Hudson-Odoi definiu a segunda-feira em que recebeu a sua primeira convocação para defender a seleção inglesa principal. O jogador do Chelsea, de apenas 18 anos, havia sido chamado para estrear pelo sub-21, mas, com uma série de lesões, o treinador Gareth Southgate, o chamou para o time adulto.

LEIA MAIS: Richarlison é decisivo e Everton vence o Chelsea em Goodison Park

Hudson-Odoi faz parte da geração de jovens ingleses que realizou boas campanhas em torneios de base. Com o sub-17, ele chegou à final do Campeonato Europeu e venceu o Mundial, os dois torneios em 2017. Foi o autor de duas assistências na goleada por 5 a 2 sobre a Espanha na grande decisão – as duas para Phil Foden.

Com o retrospecto ruim do Chelsea na utilização de jovens, Hudson-Odoi foi especulado como reforço para o Bayern de Munique, mas, por enquanto, permanece em Stamford Bridge e ganha seus primeiros minutos entre os adultos. Atuou nas oito partidas da Liga Europa, com quatro gols marcados, e tem seis participações na Premier League, nunca como titular.

No total, por todas as competições, entrou em campo 19 vezes nesta temporada, com seis tentos marcados. A oportunidade de defender a seleção inglesa principal surgiu com o corte de Luke Shaw. Fabian Delph, John Stones e Ruben Loftus-Cheek já haviam sido dispensados por lesão.

“Tem sido um dia maluco, mas é um grande sentimento receber minha primeira convocação. Tem sido um dia longo porque eu tive que viajar para Bristol para o sub-21, e então me disseram que eu tinha que vir ao St. George’s Park (em Burton upon Trent, a 180 quilômetros de distância). Eu achei que o treinador estava brincando. Fiquei chocado quando me disseram para vir. Não conseguia acreditar. Fiquei deliciado”, afirmou.

“É um sonho realizado. Agora, eu preciso trabalhar duro, aproveitar cada momento e continuar trabalhando para causar um impacto quando tiver a oportunidade. Todo mundo aqui é humilde e muito legal. Eles garantem que você se sinta confortável, não há egos aqui e espero conhecer melhor os rapazes”, encerrou.

A Inglaterra enfrenta República Tcheca e Montenegro em duas partidas das Eliminatórias da Eurocopa.