Enfim terminou a temporada regular e o número de equipes caiu para apenas dez. Nesta quarta, começam os playoffs da Major League Soccer. E a ação começa com uma fase rápida, em que realmente é matar ou morrer em uma partida.

Nesta quarta (31), o Chicago Fire recebe o Houston Dynamo no confronto pela vaga de wildcard na Conferência Leste. A grande chave para a partida é o que o Dynamo vai fazer com a bola nos pés, já que o Fire foi o terceiro pior time em posse de bola  durante a temporada regular.

Espere o Dynamo buscando deixar a bola nos pés de Brad Davis, seu jogador mais talentoso e que poderia ter feito alguma diferença da final da última MLS Cup. Jogando pelo lado esquerdo do campo, Davis terá várias chances de colocar a bola na área para os atacantes, principalmente Will Bruin. Se Davis fizer bem, o Dynamo pode sair de Chicago com a vaga.

O último mês da temporada foi muito ruim para o Chicago Fire e a equipe precisa se acertar caso queira passar do Dynamo. A chave para a equipe é a participação de Chris Rolfe, o “número 10” de seu 4-4-1-1. Quando Rolfe aparece bem no jogo e consegue aproveitar a movimentação do atacante Sherjill MacDonald, que se desloca bem pelos flancos, e também de Alvaro Fernandez, jogador da seleção uruguaia.

Meu palpite para este jogo é uma vitória do Fire por 2 a 1 e com boa participação da dupla Rolfe e MacDonald. Na próxima fase, o vencedor da partida encara o Sporting Kansas City, que terminou a temporada como o primeiro do Leste.

No Oeste, o confronto será entre o Los Angeles Galaxy, atual campeão da liga, e o Vancouver Whitecaps, primeiro clube do Canadá a conseguir classificação para os playoffs da MLS. A partida será disputada nesta quinta, dia 1º de novembro.

O Vancouver é outro time que chega aos playoffs com muitos problemas. A questão do protecionismo escocês, que foi discutida na coluna anterior, faz com que a equipe não tenha seus jogadores em melhor fase dentro de campo. Se Dane Richards e Darren Mattocks entrarem na equipe como titulares, os ‘Caps têm chances.

No caso do Galaxy, é o mais do mesmo. A defesa não é sensacional e o goleiro Josh Saunders não é dos melhores, mas daí para frente é difícil de parar os galácticos. O trio David Beckham, Landon Donovan e Robbie Keane é muito para a equipe canadense. E não deixe de ficar de olho em Mike Magee, que sempre cresce nos playoffs.

Para este confronto, meu palpite é de 3 a 0 para o Galaxy. O vencedor da partida enfrentará o San Jose Earthquakes, campeão da temporada regular da MLS, a partir do domingo (4).

Então continue seguindo a coluna para saber mais sobre os playoffs da MLS, que conhecerão seu campeão no dia 1º de dezembro.