Holanda

Torcedores do PSV não querem saber de wi-fi no estádio

Você consegue imaginar alguém que seja contra a implantação do wi-fi em algum lugar nos dias de hoje? Pois foi o que aconteceu no estádio do PSV, o Phillips Stadion, em Eindhoven, na Holanda. Os torcedores do time levaram uma faixa para protestar CONTRA a instalação de internet sem fio gratuita no estádio. Sim, é isso mesmo. No jogo vencido pelo PSV por 6 a 1 contra o NAC Breda, os torcedores levaram faixas contra a iniciativa.

LEIA TAMBÉM: Torcedores vão às ruas por ingressos mais baratos na Premier League

“Fuck wi-fi, support the team” (“Foda-se o wi-fi, apoie o time”), dizia a maior faixa. Além desta, várias outras mostravam o sinal de wi-fi com um proibido. O protesto veio dos setores mais populares do estádio, o T e o U, onde ficam os torcedores que mais fazem barulho para apoiar o time. Esses torcedores acreditam que o fica mais silencioso com as pessoas distraídas em seus telefones ao invés de cantar para apoiar o time.

A briga desse grupo de torcedores é maior do que isso. Os torcedores dos setores populares do estádio acreditam que esse é só mais um passo no sentido de elitizar os frequentadores do estádio, com os stewards reprimindo quem fica de pé onde os torcedores não querem ficar sentados, por várias razões. Faixas com “Você pode sentar em casa” e “Ficamos de pé unidos” foram mostradas no estádio.

A luta por setores onde os torcedores possam ficar de pé acontece em diversos países europeus. Na Alemanha, o Bayern irá ampliar o estádio e deixará um setor sem cadeiras para que os torcedores possam ficar em pé. Na Inglaterra, essa discussão é antiga. Agora, não querer que tenha wi-fi no estádio parece um pouco demais, não?

VEJA TAMBÉM: Hillsborough foi o ‘basta’ que o futebol inglês precisava para mudar

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo