Holanda

O Feyenoord deu o melhor adeus que um homem pode ter

Para quem ama o futebol ou vive dele, se despedir de todo um ciclo dias antes da morte dentro de um campo de futebol parece ser um adeus e tanto.

Certa vez, torcedores do Cúcuta, na Colômbia, inventaram moda e levaram o caixão de um amigo (sim, com ele dentro) para arquibancadas numa partida da equipe pelo campeonato local. Sem limites para esse tipo de manifestação de amor, um holandês protagonizou o que talvez seja uma das histórias mais bonitas deste ano.

Rooie Marck, de 54 anos, era fanático pelo Feyenoord. Fumante inveterado, estava em estado terminal de um câncer no pulmão e de cama quando ganhou a melhor despedida que poderia esperar. Das laterais do campo e deitado numa maca, teve a chance de ver o seu time uma última vez e presenciar o calor da torcida nas arquibancadas, durante um treinamento do time no De Kuip.

Diante da torcida, o Feyenoord entrou em campo para se apresentar. Rooie observava aquilo tudo sabendo que estava em suas últimas. De repente, desce uma faixa do setor oposto com uma imagem do próprio Rooie e mensagens de apoio. Ao som de “You´ll never walk alone”, ele se levantou e ficou diante da massa que sabia da sua história e cantou seu nome.

O que torna o momento tão emocionante é a reação de Rooie e o fato de que três dias depois da gravação deste vídeo, ele faleceu. Não antes de deixar uma carta de despedida. Frequentador de um fórum do Feyenoord chamado Lunatic News, Marck agradeceu pelo carinho e teve suas últimas palavras publicadas pelo site oficial do clube de Roterdã: “Caros camaradas, quero agradecer a todos pelo grande momento e pelo carinho recebido, as amizades que tive e toda a atenção dada a mim. O tributo dos últimos dias me deixou muito impressionado. Aliás, não só a mim, como a minha esposa Marion e meu filho Joey. Obrigado a todos, desde familiares, amigos, pessoas que conheci apenas de vista e aos desconhecidos que estiveram nas bancadas. Agora parto como uma pessoa feliz e abençoada para o meu novo mundo. Adeus e um grande beijo”.

Confira abaixo o vídeo com a homenagem a Rooie. É de arrepiar:

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é editor-chefe da Revista Relvado, zagueiro ocasional, ex-jornalista, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo