Especulado no Chelsea, o técnico da seleção turca, Guus Hiddink declarou nesta terça-feira que é capaz de conciliar trabalhos em clubes e seleções ao mesmo tempo.

“Trabalhei assim na Austrália e no PSV, e depois na Rússia e no Chelsea. Acho que tenho energia suficiente para isso”, assegura Hiddink, deixando em aberto a possibilidade de sair da seleção turca.

“Não há nenhuma oferta especial, mas não posso garantir que continuarei aqui. Ainda não disse ao presidente da federação turca (Mahmut Ozgener) o que penso, mas ele é um homem inteligente. Tenho certeza de que ele acompanha a mídia mundial”, completou.