Toni Kroos tem um currículo invejável. Ganhou a Copa do Mundo com a Alemanha, três títulos da Champions League, com dois clubes diferentes, e a Tríplice Coroa pelo Bayern de Munique. Já tá bom, né? Foi isso que disse o seu ex-treinador Jupp Heynckes, em tom de brincadeira, em um evento da fundação do meio-campista do Real Madrid.

LEIA MAIS: Os 30 anos do segundo tri do Bayern, um timaço nos anos 1980 menos lembrado do que deveria

“Toni tem 27 anos, é tricampeão da Champions League, venceu a Tríplice Coroa e é campeão do mundo. Na realidade, ele já deveria encerrar a carreira”, afirmou Heynckes, aposentado desde que foi campeão europeu, alemão e da Copa da Alemanha com o Bayern de Munique, em 2012/13, segundo o Bild. Kroos, ao seu lado, respondeu: “Eu não posso parar agora só porque ganhei tudo. No Real Madrid e na seleção, você sempre tem novas metas e quer ganhar tudo que for possível”.

Heynckes exaltou a evolução de Toni Kroos na Espanha e declarou que o meio-campo do Real Madrid é o melhor do mundo. “Toni é um estrategista. Ele continuou a se desenvolver no Real Madrid. É incrível. Está jogando o futebol que qualquer treinador poderia desejar.  Ele é certamente um dos três melhores meias do mundo. Junto com Casemiro e Modric, é o melhor meio-campo do mundo”, afirmou.

O currículo de Kroos tem quatro títulos nacionais (três Bundesligas e uma La Liga), três Copas da Alemanha, três Champions League, dois Mundiais de Clubes, duas Supercopas da Uefa e uma Supercopa da Alemanha. Além de, claro, a Copa do Mundo de 2014.