A Premier League se aproxima de definir uma data de retorno, e a expectativa cresce entre os jogadores, sobretudo aqueles com chances de fazer história. É o caso dos atletas do Liverpool, onde um dos líderes, Jordan Henderson, reconhece lamentar a possibilidade de que, confirmado o título, o levantar da taça aconteça sem a presença de torcedores. Ainda assim, é preciso levantar a cabeça e encarar a situação.

Em entrevista à BBC Radio 5 Live, Henderson afirmou que vencer qualquer troféu e recebê-lo sem nenhum torcedor no estádio “é muito estranho”, mas foi cuidadoso e lembrou que, oficialmente, os Reds ainda não são campeões.

“Ainda não está acabado. Ainda temos trabalho a fazer e precisamos jogador em um alto nível até o fim da temporada, porque queremos terminar o mais fortes possível para garantir que seja uma temporada completa”, projetou.

O capitão do Liverpool, apesar de lamentar o cenário causado pela pandemia, se mostra resignado e tenta focar o evidente lado positivo da eventual conquista. “Receber o troféu sem os torcedores lá é algo com que simplesmente precisamos lidar quando acontecer. Espero que aconteça, ainda estamos em uma posição muito boa”, avaliou.

“Significará que teremos vencido a Premier League, e todos nós ficaremos muito felizes, mas então temos que olhar para o futuro. E, quando os torcedores puderem voltar ao estádio, tenho certeza de que teremos algum tipo de celebração juntos”, completou.

Em relação a seu posicionamento sobre o retorno ou não do futebol, Henderson é cauteloso. Não vê a hora de jogar novamente, mas quer primeiro que as autoridades competentes declarem ser seguro fazê-lo.

“Minha opinião é de que (o futebol deva ser liberado) logo que todo mundo estiver confortável e quando for seguro, guiados por especialistas e médicos, de acordo com o que eles consideram seguro fazer. Para nós, no Liverpool, tem sido muito bom. Foi ótimo voltar (ao CT), e todos se sentiram confortáveis e seguros, caso contrário não teríamos voltado. Espero que este seja o caso nos outros clubes da Premier League.”

Um grande desafio aos jogadores durante o período de isolamento social é manter a forma, mas Henderson vê um grupo dedicado nos Reds, com todos tendo se mantido em um bom nível nesses últimos dois meses.

“Tivemos programas a seguir, então alguns de nós provavelmente estão mais em forma do que quando entramos em quarentena. Os rapazes estão muito bem fisicamente, e nunca tive receio de que isso fosse ser um problema”, disse.

No entanto, o capitão reconhece que existe um estranhamento natural na retomada das atividades. Como muitos outros têm descrito, é como começar uma nova temporada.

“Quando você volta, é um pouco diferente o tipo de treinamento, você precisa se acostumar com a bola novamente, ajustar os passes mais longos e a precisão dos movimentos, a mudança de direção, são coisas às quais você precisa se acostumar. Depois de algumas semanas de treinamento complete, espero que estejamos no mesmo nível em que estávamos quando paramos”, torceu.

Contanto que a temporada seja de fato retomada, é apenas questão de tempo para o Liverpool vencer seu primeiro título inglês em 30 anos. Aos comandados de Klopp, bastam duas vitórias para a confirmação da taça, que seria a primeira para o clube na fase moderna da Premier League, iniciada em 1992.