Na semana em que cresceram as especulações de uma trasnsferência para o Real Madrid, Eden Hazard brindou a torcida do Chelsea, em Stamford Bridge, com uma atuação de gala na vitória por 2 a 0 sobre o West Ham, pelo Campeonato Inglês, marcando os dois gols e sendo uma constante ameaça à defesa adversária.

Enquanto a torcida do West Ham provocou, cantando que Hazard irá para o Real Madrid, a do Chelsea terminou a partida ovacionando seu principal jogador, como se tentando convencê-lo a ficar. O belga tem contrato até 2020 e já deixou claro que gostaria de um dia jogar no gigante espanhol. O Telegraph publicou que o Real já abriu conversas com os Blues. A Sky Sports afirmou que o time de Zidane está confiante que conseguirá completar a contratação, que pode chegar a £ 100 milhões.

Sem ser afetado pelos rumores, Hazard comeu a bola contra o West Ham. Abriu o placar, aos 24 minutos. Os visitantes cometeram o crime de dar espaço ao jogador belga, que, primeiro, passou por Mark Noble e Declan Rice. Levou a bola à perna direita e cortou para frente, entre Balbuena e Ogbonna. Completou na saída de Fabianski e fez 1 a 0.

Àquela altura, Hazard havia chegado a 15 gols e 12 assistências, participando de mais tentos diretamente do que qualquer outro jogador da Premier League nesta temporada. E viria mais pela frente. Soltou um lindo passe para Hudson-Odoi, em sua segunda partida seguida como titular, quase fazer o segundo.

Depois do intervalo, Hazard chegou perto com um chute cruzado. Ele ditava o ritmo do ataque do Chelsea que, porém, não conseguia matar a partida, e começava a ver o West Ham criar lances perigosos. Apenas aos 45 minutos do segundo tempo, o belga recolheu o passe de Ross Barkley e bateu cruzado, com categoria, para fazer 2 a 0.

A vitória foi essencial para o Chelsea, em uma briga cabeça a cabeça com outros três times por vaga na próxima Champions League. Em terceiro lugar, chegou a 66 pontos em 33 partidas. Os outros concorrentes têm 32 jogos: Tottenham (64), Arsenal (63) e Manchester United (61).

.