A final da Liga Europa teve um grande nome, Eden Hazard, que provavelmente fez o seu último jogo pelo Chelsea. Foi uma despedida de gala: dois gols, uma assistência e uma grande atuação nos 4 a 1 do Chelsea diante do Arsenal, em Baku, no Azerbaijão. Depois do jogo, Hazard foi uma das figuras mais disputadas para ser ouvida e falou sobre as especulações ao redor do seu nome e também sobre o time.

Além dele, Olivier Giroud, artilheiro da Liga Europa, Pedro, autor de mais um gol em final europeia, e Maurizio Sarri, técnico dos Blues, comentaram sobre o jogo. O técnico italiano falou sobre o seu futuro, mas deixou tudo no ar. Pelo Arsenal, o técnico Unai Emery mostrou tranquilidade para o trabalho na próxima temporada. O goleiro Petr Cech também comentou sobre a partida, emocional para ele por ser a sua última como profissional e contra um clube que o consagrou. Reunimos as principais falas dos personagens desta final de Liga Europa.

Hazard: “Merecemos a vitória”

“No primeiro tempo, os dois times tiveram um pouco de estresse porque é uma final. Quando Olly (Olivier Giroud) marcou, foi o começo de uma grande noite. Nós controlamos o jogo e eu estou apenas feliz em levantar esta taça com os rapazes”, disse o destaque da final, Hazard. “Nós sabemos que nós somos bons jogadores quando nós jogamos juntos. Eu não sei onde meu futuro será ainda. Meu objetivo hoje era apenas conquistar o título”.

Logo na saída de campo, em entrevista à Uefa, Eden Hazard já deu a letra sobre sua saída do Chelsea, que é tão falada. “Eu tomei a minha decisão duas semanas atrás. Vocês irão saber em alguns dias. Eu acho que este é um adeus, mas no futebol a gente nunca sabe”, disse Hazard. O belga é especulado para se transferir para o Real Madrid em uma transferência que se cogita ser em torno de € 120 milhões. Se ele for para outro time, será uma imensa surpresa.

“Quando você joga uma final, no fim do jogo você só quer vencer. Você apenas quer ganhar o troféu com seus companheiros e nós fizemos isso bem hoje, sendo justo”, afirmou o camisa 10 do Chelsea. “Eu acho que quando olhamos para o jogo, nós merecemos a vitória depois dos 90 minutos. Nós fomos melhores que o Arsenal. O sentimento é ótimo para nós, para os rapazes no vestiário, para os torcedores, os funcionários também. Então, sim, foi uma boa noite para o Chelsea”, declarou Hazard depois do jogo.

“Nós falamos juntos no vestiário no intervalo. O técnico nos disse que nós precisávamos jogar nosso futebol, tentar ser mais agressivos com a bola e jogar com felicidade. Quando você olha para o segundo tempo, eu acho que nós fizemos tudo bem. Nós sofremos um gol no final, nós poderíamos ter sofrido outro, talvez, mas nós controlamos o jogo como gostaríamos de fazer”, afirmou o jogador.

Giroud: “Foi especial para mim”

Artilheiro da Liga Europa com 11 gols, o atacante Olivier Giroud mostrou a alegria de conquistar o título e também gratidão ao adversário da final, seu ex-clube, Arsenal. “Este clube me deu a chance de realizar o meu sonho de jogar a Premier League. Eu devo muito a eles, mas eu realmente queria vencer este troféu com o Chelsea. Eu sou um verdadeiro Blue”, disse.

“Foi um primeiro tempo interessante, mas não tivemos gols. Foi uma boa final e nós fomos melhores, mais eficientes no segundo tempo. Eu estou muito orgulhoso, este time merecia ganhar algo. Foi especial para mim, eu estou feliz por este clube. É meu segundo troféu em dois anos”, descreveu ainda o atacante francês.

“Significa muito para nós porque nós queríamos ganhar um troféu este ano. Nós tínhamos dois objetivos, basicamente, no fim da temporada: terminar entre os quatro primeiros e classificar diretamente para a Champions League pela liga e o segundo era ganhar a Liga Europa. Então, o trabalho foi feito e nós estamos muito orgulhosos e felizes”, disse Giroud.

“Eu tive muito tempo de jogo na Liga Europa este ano, então eu tentei trazer algo para o time, ajudar o time a chegar ao nosso objetivo. Eu estou muito orgulhoso disso e isso significa muito para mim. É um bônus muito bom para mim”, afirmou o centroavante.

Outro autor de gol em Baku, o atacante Pedro, também comemorou o título e celebrou o feito de marcar mais um gol em final, algo que ele já tinha vivido pelo seu ex-clube. “No segundo tempo foi um jogo mais aberto. Nós fomos muito bons, movemos a bola entre as linhas mais rápido. É um sentimento inacreditável. Outro troféu europeu, outro gol em final”, afirmou o ex-jogador do Barcelona, que já tinha marcado em outras finais de Champions League.

Sarri: “Pedi mais coragem”

“Eu estou muito feliz. O troféu é muito importante para o clube. Nós sentimos que nós merecemos isso. Nós estávamos com problemas em janeiro e fevereiro, mas nós reagimos e não é fácil reagir na Premier League. No fim, nós nos classificamos para a Champions League, vencemos 12 jogos da Liga Europa, chegamos à final da Copa da Liga – nós merecemos isso. Desde que nós perdemos por 6 a 0 do Manchester City que nós fizemos algo diferente”, contou Sarri.

“O primeiro tempo foi difícil, foi o 64º jogo nesta temporada e quente – foi fisicamente difícil jogar. Eu pensei que nós estávamos tentando controlar o resultado. Eu pedi aos meus jogadores para jogar com mais coragem, mesmo arriscando perder. Nós jogamos um bom futebol contra um time do Arsenal perigoso no contra-ataque”, analisou o treinador.

“Ele [Hazard] é um jogador maravilhoso. Levou dois ou três meses para entendê-lo como homem e agora eu entendo, ele é um homem maravilhoso. Eu sei que ele quer sair e eu tenho que respeitar a sua decisão”, afirmou.

“Eu preciso falar com o clube e ter certeza do que eu posso fazer pelo Chelsea e o que o Chelsea pode fazer por mim. Eu amo a Premier League e eu tenho sorte de estar no Chelsea, mas no fim de cada temporada, você tem que sentar e conversar. Na minha opinião, eu mereço ficar no Chelsea, mas minha opinião não é suficiente”.

Emery: “É um processo e estamos no começo”

“Primeiro de tudo, parabéns para o Chelsea. No primeiro tempo, eu acho que nós jogamos bem para conseguir um bom resultado. O primeiro gol mudou tudo e nós tentamos nos manter na partida e encontrar um gol. O segundo gol foi difícil para nós”, descreveu o espanhol, vencedor do torneio pelo Sevilla.

“As coisas foram melhores no segundo tempo e quando quisemos fazer alguma coisa, nós não marcamos. O resultado é assim. Nós talvez merecêssemos mais do jogo, mas nós não conseguimos”, afirmou Unai Emery.

“Nós sabíamos que seria difícil. Nós tentamos, nós trabalhamos, mas agora o Chelsea é” melhor que nós – parabéns para eles. Nós jogamos bem no primeiro tempo e eles não criaram muito, exceto pela defesa de Petr Cech. O Chelsea foi eficiente e o primeiro gol sempre vai ser muito importante. Você tem que ficar calmo, mas nós cometemos erros e eles nos puniram”, disse o treinador.

“Eu quero que os nossos torcedores saibam: este é um processo e nós estamos apenas no começo. Nós ficamos mais perto este ano, aqui e na Premier League e enquanto nós estamos decepcionados, nós demos pequenos passos adiante”, analisou o treinador do Arsenal.

“Nós somos mais competitivos que fomos, mas no momento isso não é suficiente. Nós precisamos de mais, mais melhora. Muitos jogadores são jovens, esta foi a sua primeira final e eles têm espaço para crescer”, afirmou Emery.

“Nós temos grandes jogadores, alguns jogadores jovens. A experiência deste ano vai ajudar. Na próxima temporada nós precisamos que eles continuem e também adicionar alguns jogadores para nos ajudar no próximo passo. Há espaço para melhora”, afirmou o treinador espanhol.

Cech: “Esses jogadores não merecem perder”

“Isso é algo que esses jogadores não merecem porque os torcedores não podem ver, nos bastidores, quanto trabalho foi feito nesta temporada”, afirmou Cech. “É fácil dizer que nós estamos de mãos vazias, nós não temos nenhuma copa e nós perdemos esta final, mas eu posso garantir a todos que o trabalho que fizemos esta temporada irá nos fazer muito mais fortes na próxima temporada. Eu queria levantar a taça e então sentar e pensar. Até o dia 30 de junho eu ainda sou um jogador do Arsenal e não irei decidir nada”, disse o goleiro.