Vencer a Juventus na briga pelo título na Itália é uma das missões mais difíceis, considerando o que se tornou o Campeonato Italiano nos últimos anos. Mas é justamente isso que motiva o capitão do atual líder, Marek Hamsik. O eslovaco se tornou o maior artilheiro do clube do sul da Itália, ultrapassando a lenda Diego Maradona, e disse que o seu foco é fazer o Napoli voltar a ser campeão italiano, assim como foi na época de Maradona.

LEIA TAMBÉM: Itália faz balanço do VAR com resultados positivos: erros e tempo de revisão caíram

Hamsik se tornou o maior artilheiro do Napoli no jogo contra o Torino, chegando à marca de 115 gols e igualando o ídolo argentino. “Eu estava esperando por esse gol 115 para igualar Maradona e eu consegui no jogo contra o Torino”, afirmou o meia, em entrevista ao Pravda, da Eslováquia. “Muito foi escrito sobre isso e todo mundo estava ansioso por esse momento. Quando aconteceu, foi lindo”, contou o jogador.

“Foi o mesmo quando eu consegui o meu 116º gol contra a Sampdoria [que o tornou o maior artilheiro, um à frente de Maradona]. Quando 60 mil pessoas ficaram de pé para gritar meu nome no San Paolo, eu fiquei arrepiado”, declarou. “É algo que não dá para repetir, eu lembrarei pelo resto da minha vida”.

Além do recorde de gols, Hamsik está próximo também de quebrar o recorde de jogos pelo clube, além de chegar à marca de 100 gols na Serie A. O eslovaco tem 464 jogos e o jogador com mais partidas é Giuseppe Bruscolotti, com 511. Em gols na Serie A, Hamsik tem 96, a apenas quatro de chegar à marca centenária. Mas Hamsik tira o peso disso.

“Há sempre outros desafios que me motivam. Eu irei ficar muito satisfeito se eu conseguir, significaria que eu ainda tenho sucesso em representar o clube. Depois, depois de mim, alguém mais virá e irá bater meu recorde. Eu não tenho dúvidas sobre o meu futuro, eu sou jogador do Napoli e eu não irei sair”, disse o jogador.

“Agora eu estou focado em trazer finalmente o scudetto para Nápoles, este é o meu principal objetivo”, disse Hamsik. “No ano passado, nós fomos o melhor time de março em diante e agora estamos em uma série incrível. Perder apenas um jogo até a metade da temporada é um recorde incrível”, continuou. “Eu acredito que nós podemos manter assim e comemorar o Scudetto”.

“É simples, nós não podemos perder pontos. É claro que é fácil falar do que fazer em campo. Para conseguir o máximo de pontos possíveis, nós precisaremos ir muito bem, em particular defensivamente. É importante que a tabela já tenha começado a ganhar forma, não há mais cinco times separados por dois pontos no topo”, analisou.

“Nós estamos no topo, mas então há a Juventus e outros times estão nove pontos atrás de nós. A Juventus é sem dúvida nosso oponente mais difícil, mas eu nem quero falar dos outros times”, disse Hamsik.

O Napoli volta a campo neste fim de semana pela Serie A, contra a Atalanta, fora de casa. O jogo será no domingo, às 9h30.


Os comentários estão desativados.