O segundo jogo da Internazionale no Campeonato Italiano foi um atropelamento. Principal candidata a rivalizar com a Juventus pelo título, o time de Antonio Conte nem deu chance ao Benevento, fora de casa, e goleou por 5 a 2. No primeiro minuto já marcou 1 a 0 e já terminou o primeiro tempo com 4 a 1 no placar. Um dos grandes destaques do time foi o lateral Achraf Hakimi, que brilhou com assistência, gol e ótima atuação.

Conte fez uso do elenco em relação ao time que jogou no fim de semana contra a Fiorentina. Foram sete alterações no time titular em relação à partida de sábado. Entre os escalados como titular, Aleksandar Kolarov jogou como terceiro zagueiro pela esquerda, formando uma linha com Stefan De Vrij e Milan Skriniar. Hakimi foi titular na ala direita, com Ashley Young na esquerda, Roberto Gagliardini e Stefano Sensi pelo meio, e Arturo Vidal com liberdade para ser um meia ofensivo. Era o chileno que encostava no compatriota Alexis Sánchez e no artilheiro Romelu Lukaku.

A Inter demorou 30 segundos para abrir o placar no jogo. Hakimi disparou pela direita, depois de passe de Aleksandar KKolarov, tabelou com Alexis Sánchez e rolou para o meio, onde Lukaku empurrou para as redes para fazer 1 a 0. Foi a segunda assistência de Hakimi, que já tinha dado outra no jogo do fim de semana, quando entrou durante o confronto com a Fiorentina e ajudou na virada.

O segundo gol também teve participação de Hakimi. O marroquino recebeu um passe longo de Gagliardini, cruzou da direita, Ashley Young ajeitou bonito para o próprio Gagliardini chutar de primeira e marcar: 2 a 0, aos 24 minutos. O terceiro veio pouco depois, em um erro de saída de bola do time da casa. O goleiro Lorenzo Montipò oassou nos pés de Gagliardini, que achou Lukaku dentro da área, livre, e ele só tocou para as redes: 3 a 0.

Depois de receber o terceiro gol de presente, a Inter devolveu. O ataque pressionou e Handanovic errou o passe. Gianluca Caprari interceptou e chutou no canto para marcar e diminuir o placar para 3 a 1, aos 34 minutos. Um sopro de esperança, mas durou pouco. Ainda no primeiro tempo, Young desceu pela esquerda, cruzou para o meio, Lukaku furou e o zagueiro Gaetano Letizia bobeou com a bola na pequena área. Hakimi aproveitou para tocar para a rede: 4 a 1.

No controle da partida, a Inter ainda teve mais chances e Vidal quase marcou o seu primeiro gol pela Inter antes do intervalo. O Benevento também chegou perto de marcar o seu segundo gol com Gabriele Moncini, além de Handanovic ter que fazer uma defesa em finalização de Letizia, depois de passe de Caprari.

No segundo tempo, Conte colocou em campo Lautaro Martínez no lugar de Lukaku e o argentino logo marcou o seu. Depois de uma bola recuperada no campo de ataque por Alexis Sánchez, o chileno achou Lautaro no lado esquerdo e o atacante dominou e chutou forte, no canto, para marcar 5 a 1, aos 25 minutos.

O Benevento ainda conseguiu diminuir mais uma vez, um minuto depois. Gianluca Lapadula fez a jogada pela direita e cruzou rasteiro para a área e, depois de uma furada, Gianluca Caprari dominou e finalizou para marcar o segundo gol do time.

Diante de um adversário como o Benevento, que deve brigar contra o rebaixamento, a vitória da Inter é esperada. A forma como o time se impôs é a boa notícia, especialmente pelo jogo pelos lados, que fluiu muito bem. Hakimi faz bem o papel pelo lado do campo e Young teve uma ótima atuação.

Vidal ainda não se encontrou, até porque a função é diferente do que ele se acostumou a fazer no Barcelona, mas de qualquer forma o time conseguiu trabalhar bem a bola no meio-campo. Alexis Sánchez parece manter a boa fase que terminou a temporada, jogando muito bem, criando chances e mostrando que briga por vaga no time titular.

Para a Inter, o começo é excelente, com duas vitórias em dois jogos e muitos gols marcados: nove em dois jogos. Os gols sofridos também podem ligar um alerta, com cinco em dois jogos. De qualquer forma, é um início bastante promissor do time de Conte, que vai para seu segundo ano de trabalho com expectativas altas.

Ao técnico do Benevento, Filippo Inzaghi, o resultado é ruim, claro, mas a derrota era esperada. É preciso melhorar o time, mas o campeonato do Benevento não é contra a Inter. Será preciso fazer como fez na rodada passada, em uma vitória importante contra a Sampdoria fora de casa.