Dois grandes ídolos sul-americanos estão voltando para casa. Nelson Haedo Valdez, depois de rodar o mundo e ter sido campeão da MLS nos Estados Unidos em 2016 volta para casa para atuar no Cerro Porteño. Já Juan Manuel Vargas, que jogou por diversos clubes europeus, volta para o Peru onde defenderá o Universitario.

LEIA TAMBÉM: Governo chinês ameaça acabar com a festa dos gastos irracionais dos clubes do país

Nelson Haedo Valdez no Cerro Porteño

“Fiquei impactado com a recepção, foi pura emoção, eu sempre disse que a metade da minha família era de outro clube, mas agora todo mundo está se vestindo de azul e grená”. Foi assim que Nelson Haedo Valdez descreveu a sua apresentação à torcida do Cerro Porteño, em depoimento à rádio Monumental 1080 AM. Jogador experiente, passou por Alemanha, Espanha, Rússia, Grécia e estava no Seattle Sounders, onde ajudou o clube a conquistar o seu primeiro título em 2016.

Aos 33 anos, chega para reforçar o ataque do Ciclón, recepcionado por 10 mil torcedores. “Vamos Cerro Porteño, carajo”, ele gritou, para deliria da massa. “Tudo que eu disse, foi de coração. Eu prometo trabalho e muito sacrifício”, afirmou o jogador, que esteve nas Copas do Mundo de 2006 e 2010 pela seleção do seu país e tem sido parte do time convocado por Juan Arce nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

“Em toda a minha vida eu fui muito profissional, sempre defendi até a morte o escudo de onde estive, é um sentimento especial que sinto agora, nasci e cresci sendo cerrista”, declarou o atacante. O jogador já era adorado pela torcida depois de uma foto sua com a camisa do clube ter viralizado. Por isso, a sua contratação é vista com amor.

Valdez nunca jogou no Cerro. Quando surgiu, em 2000, foi pelo pequeno Tembetary, de onde saiu em 2001 para jogar pelo time B do Werder Bremen, quando tinha apenas 18 anos. Não deu nem tempo de escrever uma história no futebol paraguaio. Mas agora terá: pode levar o Cerro Porteño de volta à Libertadores.

Vargas volta ao time que o revelou, o Universitario

Juan Manuel Vargas no Universitario
Juan Manuel Vargas no Universitario

Um jogador que esteve por muitos anos no futebol europeu e também volta à América do Sul é Juan Vargas. O meia, de 33 anos, foi anunciado nesta quarta-feira, dia 4, e encheu os corações dos torcedores de alegrias. Ele foi revelado pelo clube em 2002 e ficou no clube até 2004, quando foi jogar pelo Colón, da Argentina. Passou por Catania, Fiorentina e Genoa, todos da Itália, e desde 2015 estava no Betis, da Espanha.

Para poder voltar a atuar pelo clube que o revelou, Vargas abriu mão de ganhar um salário europeu. Receberá US$ 14 mil no clube peruano, próximo do teto do clube. Ele não exigiu um salário milionário. Quis voltar, 12 anos depois, para um objetivo: conquistar um título nacional, algo que não fez quando saiu.

O Universitario começa a disputa da Libertadores da segunda fase preliminar, no dia 2 de fevereiro. E contará com Vargas.