No dia 4 de agosto começará a Clydesdale Bank Scottish Premier League e talvez seu principal destaque seja a ausência do maior vencedor de ligas escocesas, o Rangers. Após enfrentar problemas administrativos e financeiros, o time teve o refinanciamento de sua dívida negada pelo governo, faliu e foi refundado como The Rangers. Como numa liga séria, vai ter que retomar sua caminhada a partir da última divisão nacional.

Sem o Old Firm, como é chamado o clássico entre Rangers e Celtic, todas as fichas são apostadas no verde e branco de Glasgow. Os clássicos ficarão por conta do Derby de Edimburgo entre Hearts e Hibernian e o Derby de Dundee entre o Dundee United e o recém-promovido Dundee FC, que pelo vice-campeonato da Divisão 1 da liga escocesa 2011/12, foi convidado para ocupar o lugar deixado pelo Rangers.

Se todos apostam no título do Celtic, a emoção então ficará guardada para as vagas europeias e pela briga contra o descenso. Na SPL, o campeão e vice garantem vaga na 3ª fase eliminatória da Liga dos Campeões 2013/14, 3º e 4º vão para a 2ª fase eliminatória da Liga Europa e o último entre os 12 participantes cai para a Divisão 1.

No escocês, cada time faz 38 jogos, cada time joga três vezes com cada uma das outras 11 equipes; depois, a tabela é dividida em duas: Play-Off (grupo do campeão) e Play-Out (grupo do rebaixamento), onde cada time joga uma vez com cada um dos cinco clubes de seu grupo.

Aberdeen

Nome: Aberdeen Football Club
Apelido: The Dons
Fundação: 1903
Site oficial: www.afc.premiumtv.co.uk
Estádio: Pittodrie (21.421 torcedores)
Cidade: Aberdeen (216.000 habitantes)
Técnico: Craig Brown
Colocação em 2011/12: 9º
Competição europeia: não participou
Destaque: Scott Vernon (A)
Principais reforços: Niall McGinn-NIR (M, Celtic), Jonny Hayes-IRL (M, Inverness CT), Gary Naysmith (D, Huddersfield Town-ING)
Objetivo na temporada: vaga em competição europeia

O clube que teve em seu comando o atual técnico do Manchester United, Sir Alex Ferguson, no final dos anos 70 e começo dos anos 80, onde conquistou 10 taças em sete anos, entre elas uma Copa Europeia contra o Real Madrid, parece ter se conformado com o meio da tabela do escocês.

Mas isso foi até o ano passado, com a saída dos Rangers e assim a abertura de uma vaga para a Europa, os Dons foram às compras e trouxeram o experiente zagueiro Gary Naysmith para segurar os adversários enquanto o mais uma vez o bom atacante Scott Vernon tenta marcar gols. Se as novas contratações se encaixarem promete dificultar as coisas pro Celtic e até sonhar com o título após 28 anos.

Celtic

Nome: Celtic Football Club
Apelido: The Bhoys
Fundação: 1888
Site oficial: www.celticfc.net
Estádio: Celtic Park (60.355 torcedores)
Cidade: Glasgow (580.690 habitantes)
Técnico: Neil Lennon
Colocação em 2011/12: campeão
Competição europeia: fase de grupos da Liga Europa
Destaque: Gary Hooper (A)
Principais reforços: Amido Baldé-POR (A, Sporting-POR), John Mensah-GHA (D, Lyon-FRA)
Objetivo na temporada: título

O atual campeão Celtic busca o 44º título da liga e corre sozinho na luta para diminuir a vantagem do afastado rival Rangers que tem 54 taças. Novamente o destaque vai para Gary Hooper, que foi vice-artilheiro escocês em 2010/11 com 20 gols e artilheiro em 2011/12 com 24 gols.

Talvez pela queda na arrecadação com a saída do rival, ou pelo bom elenco da temporada passada, os reforços são modestos, além do retorno de jogadores emprestados – apenas o zagueiro ganês John Mensah, que estava no Lyon da França e o atacante português Amido Baldé chegaram, este vindo por empréstimo do Sporting de Portugal.

O primeiro desafio da temporada dos Bhoys será passar pelos finlandeses do HJK na 3ª fase eliminatória da Liga dos Campeões 2012/13, o primeiro jogo será dia 31 de julho no Celtic Park e este desafio pré-SPL pode definir os sonhos do Celtics para o restante do ano.

Dundee FC

Nome: Dundee Football Club
Apelido: The Dee
Fundação: 1893
Site oficial: www.dundeefc.co.uk
Estádio: Dens Park (10.531 torcedores)
Cidade: Dundee (154.674 habitantes)
Técnico: Barry Smith
Colocação em 2011/12: vice-campeão da Divisão 1
Competição europeia: não participou
Destaque: Carl Fiinigan (A)
Principais reforços: John Baird (A, Reith Rovers), Iain Davidson (D, Reith Rovers), Carl Finnigan-ING (A, St. Johnstone), Kevin McBride (M, Hamilton)
Objetivo na temporada: brigar contra o rebaixamento

Após herdar a vaga dos Rangers, os Dees se reforçaram trazendo alguns jovens jogadores como o atacante Carl Finnigan e o experiente meio-campista Kevin McBride. Com uma pré-temporada que visava disputar a Divisão 1 o maior desafio será se manter na SPL, além de vencer o rival Dundee United.

Dundee United

Nome: Dundee United Football Club
Apelido: The Terrors
Fundação: 1909
Site oficial: www.dundeeunitedfc.co.uk
Estádio: Tannadice (14.223 torcedores)
Cidade: Dundee (154.674 habitantes)
Técnico: Peter Houston
Colocação em 2011/12:
Competição europeia: 2ª fase preliminar da Liga Europa
Destaque: John Rankin (M)
Principais reforços: Brian McLean (D, Preston North End-ING), Michael Gardyne (A, Ross County), Mark Millar (M, Falkirk), Radoslaw Cierzniak-POL (G, Cracovia Krakow-POL)
Objetivo na temporada: vaga em competição europeia

Sonhando com a Liga Europa que começa a disputar dois dias antes do início do escocês, contra o Dynamo Moscou, o Dundee United não quer deixar a SPL de lado, se reforçou e é mais um dos clubes que querem aproveitar a ausência dos Rangers para sonhar com o título da liga.

O Dundee United se reforçou em todos os setores, com destaque para o goleiro polonês Radoslaw Cierzniak, que tem como missão fechar a meta que foi a sexta mais vazada, com 50 gols sofridos na SPL 2011/12.

Hearts

Nome: Heart of Midlothian Football Club
Apelido: Jam Tarts
Fundação: 1874
Site oficial: www.heartsfc.premiumtv.co.uk
Estádio: Tynecastle (17.590 torcedores)
Cidade: Edimburgo (448.624 habitantes)
Técnico:  John McGlynn
Colocação em 2011/12: 5º
Competição europeia: play-offs da Liga Europa
Destaque: Kevin Kyle (A)
Principais reforços: Dylan McGowan-AUS (Gold Coast United-AUS)
Objetivo na temporada: meio da tabela

Em maio, o Hearts venceu a Copa Escocesa contra o rival Hibernian, mais que um prêmio de consolação o título tem um gosto especial, pois além de surrar o rival com uma goleada de 5 a 0, ganhar uma competição na Escócia dos grandes de Glasgow (onde foi disputada a final) não é algo comum.

Após o título, porém, diversos jogadores foram negociados, como o meia Suso Santana e o jovem atacante Gary Glen, e nenhum reforço anunciado, o que deixa a torcida apreensiva e com poucas esperanças de briga por vaga em competição europeia.

Hibernian

Nome: Hibernian Football Club
Apelido: Hibees
Fundação: 1875
Site oficial: www.hibernianfc.co.uk
Estádio: Easter Road (20.250 torcedores)
Cidade: Edimburgo (448.624 habitantes)
Técnico: Pat Fenlon
Colocação em 2011/12: 11º
Competição europeia: não participou
Destaque: Ivan Sproule (M)
Principais reforços: Ben Williams-ING (G, Colchester-ING), Tim Clancy-IRL (D, Motherwell)
Objetivo na temporada: meio da tabela

Na temporada passada os Hibees escaparam por pouco do rebaixamento, mas chegaram a final da Copa Escocesa. O revés na final contra o rival Hearts parece não ter abalado o clube de Edimburgo. A expectativa com o retorno de diversos jogadores que estavam emprestados, o reforço do goleiro inglês Ben Williams e do zagueiro irlandês Tim Clancy que estava no Motherwell é brigar no meio da tabela e até sonhar com uma vaga numa competição europeia.

Inverness CT

Nome: Inverness Caledonian Thistle Football Club
Apelido: Caley Thistle
Fundação: 1994
Site oficial: www.ictfc.co.uk
Estádio: Tulloch Caledonian (7.750 torcedores)
Cidade: Inverness (56.660 habitantes)
Técnico:  Terry Butcher
Colocação em 2011/12: 10º
Competição europeia: não participou
Destaque: Richie Foran (A)
Principais reforços: Gary Warren-ING (G, Newport County-WAL), Joel Byrom-ING (M, Stevenage-ING)
Objetivo na temporada: brigar contra o rebaixamento

Após escapar por pouco do rebaixamento, na penúltima colocação do play-out, o Inverness, a mais jovem equipe da SPL trouxe dois ingleses, o goleiro Gary Warren e o meia Joel Byrom para ter uma temporada, que se não promete ser muito diferente da anterior em termos de classificação, ao menos não tão desesperadora para seus torcedores.

Kilmarnock

Nome: Kilmarnock Football Club
Apelido: Killie
Fundação: 1869
Site oficial: www.kilmarnockfc.co.uk
Estádio: Rugby Park (18.128 torcedores)
Cidade: Kilmarnock (44.734 habitantes)
Técnico: Kenny Shields
Colocação em 2011/12:
Competição europeia: não participou
Destaque: Liam Kelly (M)
Principais reforços:  Jeroen Tesselaar-HOL (D, St. Mirren), Rory Boulding-ING (A, Livingston)
Objetivo na temporada: brigar contra o rebaixamento

Vencedor da Copa da Liga Escocesa, o Kilmarnock busca na temporada 2012/13 escapar mais tranquilamente da zona do rebaixamento, se não contratou muitos jogadores pelo menos conseguiu manter a base da temporada passada.

Motherwell

Nome: Motherwell Football & Athletic Club Ltd
Apelido: The Well
Fundação: 1886
Site oficial: www.motherwellfc.co.uk
Estádio: Fir Park (13.677 torcedores)
Cidade: Motherwell (30.311 habitantes)
Técnico: Stuart McCall
Colocação em 2011/12:
Competição europeia: não participou
Destaque: Michael Higdon (A)
Principais reforços: Simon Ramsden-ING (A, Bradford City-ING)
Objetivo na temporada: vaga em competição europeia

O Motherwell que ficou atrás apenas de Rangers e Celtic na temporada passada e herdou a vaga na 3ª fase eliminatória da Liga dos Campeões 2012/13. Enfrenta o grego Panathinaikos com a expectativa de embalar a equipe para brilhar na Europa e até brigar pelo título da Premier League Escocesa.

A chegada do zagueiro inglês Simon Ramsden, que atuava como lateral direito no Bradford City, serve para reforçar o sistema defensivo que sofreu baixas por lesões e será muito exigido neste começo de temporada.

Ross County

Nome: Ross County Club
Apelido: The Staggies
Fundação: 1929
Site oficial: www.rosscountyfootballclub.co.uk
Estádio: Victoria Park (6.310 torcedores)
Cidade: Dingwall (5.026 habitantes)
Técnico: Derek Adams
Colocação em 2011/12: campeão da Divisão 1
Competição europeia: não participou
Destaque: Ross Tokely (D)
Principais reforços:  Michael Kovacevic-SUI (D, NK Zadar-CRO), Jonathan Bateson-ENG (D, Macclesfield Town-ENG), Gary Glen (A, Hearts), Ross Tokely (D, Inverness CT)
Objetivo na temporada: meio da tabela

Após a conquista da Divisão 1 na temporada passada o Ross County não se iludiu e reforçou sua equipe com ao menos quatro jogadores, destaque para o zagueiro Ross Tokely que veio do Inverness CT e o jovem atacante Gary Glen que participou da campanha vitoriosa do Hearts na Copa Escocesa.

St. Johnstone

Nome: St. Johnstone Football Club
Apelido: The Saints
Fundação: 1884
Site oficial: www.perthstjohnstonefc.co.uk
Estádio: McDiarmid Park (10.700 torcedores)
Cidade: Perth (44.820 habitantes)
Técnico: Steve Lornas 
Colocação em 2011/12:
Competição europeia: não participou
Destaque: Murray Davidson (M)
Principais reforços: Patrick Cregg-IRL (M, Bury-ENG), Gary Miller (D, Ross County), Thomas Scobble (D, Falkirk)
Objetivo na temporada: meio da tabela

O St. Johnstone espera reeditar a campanha passada onde escapou do play-out e assim viver dias tranquilos na SPL. Na Liga Europa o time enfrentou o turco Eskisehirspor e foi eliminado após perder no jogo de ida na Turquia por 2 a 0, e apenas empatar por 1 a 1 a volta e encerrando o sonho de disputar uma copa europeia após 13 anos sem sair da Escócia.

St. Mirren

Nome: St. Mirren Football Club
Apelido: The Buddies
Fundação: 1877
Site oficial: www.saintmirren.net
Estádio: New St. Mirren Park (8.029 torcedores)
Cidade: Paisley (80.000 habitantes)
Técnico:  Danny Lennon
Colocação em 2011/12:
Competição europeia: não participou
Destaque: Paul McGowan (A)
Principais reforços: Jon Robertson (M, Cowdenbeath), Sam Parkin-ENG (A, Queen of the South), Lewis Guy-ENG (A, MK Dons-ENG)
Objetivo na temporada: brigar contra o rebaixamento

Gradualmente o St. Mirren vem melhorando na tabela de classificação da SPL e dessa vez parece que não será diferente, após o 8º lugar na temporada passada o time se reforçou, principalmente no setor mais carente do time, o ataque, trazendo os ingleses Sam Parkin e Lewis Guy.