Este texto faz parte do guia da Serie A. Clique aqui para ver todos os clubes.

Cidade: Milão (Lombardia)
Estádio: Giuseppe Meazza (78.275 lugares)
Fundação: 1908
Apelidos: Nerazzurri, Beneamata, Biscione
Principais rivais: Milan e Juventus
Participações na Serie A: 89
Títulos: 18
Na última temporada: 2ª posição

Objetivo: título
Brasileiros no elenco: Dalbert
Técnico: Antonio Conte (2ª temporada)
Destaque: Romelu Lukaku
Fique de olho: Lorenzo Pirola

Principais chegadas: Achraf Hakimi (ld, Borussia Dortmund), Radja Nainggolan (m, Cagliari) e Aleksandar Kolarov (le, Roma)

Principais saídas: Cristiano Biraghi (le, Fiorentina), Victor Moses (m, Chelsea) e Borja Valero (m, Fiorentina)

Time-base (3-4-1-2): Handanovic; Skriniar, De Vrij, Bastoni; Hakimi, Brozovic, Barella, Young; Eriksen; Lukaku, Martínez.

Inter e Conte se colocaram numa situação em que apenas um resultado será bem-vindo ao fim da temporada: a vitória, de preferência na Serie A. O treinador ensaiou saída no fim de 2019/20 e acabou convencido a permanecer em troca de ter suas exigências atendidas, o que vem acontecendo.

O apuliano pediu jogadores vencedores e experientes, prontos para competir em alto nível, e a diretoria acolheu o seu clamor, abrindo mão de negócios muito bem encaminhados por revelações – Kumbulla e Tonali – para voltar sua atenção a nomes como Kolarov (já contratado) e Vidal (próximo). O prazo de validade dos dois é curtíssimo, seus salários são altos e apenas um título faz com que este investimento valha a pena.

Na ânsia por jogadores rodados, até mesmo Perisic e Nainggolan, anteriormente descartados por Conte, voltaram ao seu radar e podem acabar ganhando espaço em 2020/21. A opção por mais gente casca grossa no grupo parte de um diagnóstico feito pelo técnico: segundo sua avaliação, faltou malícia para garantir triunfos em momentos importantes da campanha anterior, principalmente nos jogos grandes.

Essa mentalidade está garantida com os aportes feitos a um elenco que também foi fortalecido por Hakimi e que continua a ter alguns dos melhores do mundo em seus setores – a exemplo de Skriniar, De Vrij, Brozovic, Barella, Lukaku e Martínez. A Beneamata tem um time mais forte e preparado do que na última temporada, mas também está mais pressionada a atingir seus objetivos. Qual dos dois contextos irá se impor?

.