Benfica
Benfica

Bayer Leverkusen
Bayer Leverkusen

Zenit
Zenit

Monaco
Monaco
O cenário esperado

É um grupo equilibrado, com muitas incógnitas. O Monaco é uma incógnita porque perdeu o investimento pesado que recebeu nas duas últimas temporadas. O Benfica é uma incógnita porque vendeu boa parte do time que dominou o futebol português na temporada passada. Zenit e Bayer Leverkusen são incógnitas porque sempre agem de forma aleatória na Champions League. Mas o mais provável seria Leverkusen e Benfica ficando com as duas vagas e Zenit levando o lugar na Liga Europa.

O cenário possível

O Zenit se solta e consegue bons resultados em Mônaco e Portugal, arrancando pontos que o coloque nas oitavas de final. O Benfica entraria na Liga Europa já como candidato ao terceiro vice-campeonato seguido do torneio.

Jogador-chave
Axel Witsel, do Zenit (AP Photo/Paulo Duarte)
Axel Witsel, do Zenit (AP Photo/Paulo Duarte)

Axel Witsel

Axel Witsel é o termômetro do meio-campo do Zenit. O belga marca forte e distribui o jogo de trás, mas também pode se posicionar mais à frente, articulando com Hulk, Danny e Fayzulin para concluir as jogadas. Ele pode ser a diferença entre o cenário possível e o esperado indicados acima.

Fique de olho
Monaco ainda tem bons jogadores (Foto: divulgação)
Monaco ainda tem bons jogadores (Foto: divulgação)

Monaco à deriva

O Monaco ainda tem um time com bons jogadores, como o argentino Ocampos, o francês Toulalan, o búlgaro Berbatov, o português João Moutinho e o croata Subasic. O problema não é a perda de jogadores como James Rodríguez e Radamel Falcao García, mas o clima de fim de feira que pode tomar conta do elenco pela redução dos investimentos. Se o elenco levar a competição a sério, os monegascos podem brigar. Se cada um ficar mais preocupado com o próprio futuro, será um retorno bem fugaz ao torneio.

O brasileiro
Hulk, do Zenit
Hulk, do Zenit

Hulk

A torcida brasileira não vai muito com a cara de Hulk, mas o atacante é um jogador consistente e decisivo para o Zenit. Vale ficar de olho nele, sobretudo porque ele talvez esteja nos planos de Dunga para a Seleção e o desempenho na Champions pode ajudar a recolocá-lo no elenco nacional.

A contratação
Anderson Talisca começou bem no Benfica
Anderson Talisca começou bem no Benfica

Anderson Talisca

Anderson Talisca é uma das gratas surpresas do Benfica nesse início de temporada. O meia revelado pelo Bahia entrou bem no campeão português, e já marcou três gols contra o Vitória de Setúbal na última rodada da Liga Sagres. Se ele seguir nesse ritmo, pode acelerar a remontagem do time encarnado e evitar que o time vá, novamente, para a Liga Europa.

Veja outros grupos do guia da Champions League