Aos poucos, a temporada do futebol holandês vai recomeçando. Alguns clubes já apareceram pelos torneios continentais – e essas aparições não foram nada satisfatórias. O Groningen mal entrou na Liga Europa, na segunda fase preliminar, e já saiu, eliminado pelo Aberdeen, da Escócia. O Feyenoord também amargou uma derrota para o Besiktas, da Turquia, no jogo de ida da terceira fase preliminar da Liga dos Campeões. Detalhe: ambos perderam suas partidas na Holanda (o Groningen foi superado por 2 a 1 na volta, após 0 a 0 na ida, jogada na Escócia).

MAIS GUIA: Guia do Campeonato Holandês – parte I

E mesmo a única vitória de um clube holandês nos torneios continentais foi arrancada a duras penas: o PSV teve mais dificuldades do que o esperado para fazer 1 a 0 no Sankt Pölten, da segunda divisão austríaca, no jogo de ida da terceira fase preliminar da Liga Europa. Nos amistosos de preparação, sempre que enfrentaram um clube mais tradicional, os holandeses naufragaram. O Vitesse levou 3 a 0 do Chelsea, e o Utrecht caiu para o Sporting pelo mesmo placar.

A temporada começa de vez neste sábado, com Ajax e Zwolle disputando a Supercopa da Holanda. Mas continuemos com a segunda parte do guia da Eredivisie:

Escudo - Go Ahead Eagles Go Ahead Eagles

Técnico: Foeke Booy
Destaque: Deniz Türüç (atacante)
Fique de olho: Alex Schalk (atacante)
Temporada passada: 13º
Copas europeias: Nenhuma
Objetivo:
Play-offs por vaga na Liga Europa
Principais chegadas: Mickey van der Hart (G, Ajax), Giliano Wijnaldum (D, Groningen), Peter van Ooijen (M, PSV), Alex Schalk (A, NAC Breda), Lesly de Sa (A, Ajax) e Jules Reimerink (A, VVV-Venlo)
Principais saídas: Stephan Andersen (G, Kobenhavn-DIN), Doke Schmidt (D, Heerenveen), Ridgeciano Haps (D, AZ), Xander Houtkoop (M, ADO Den Haag), Erik Falkenburg (M, NAC Breda), Jarchinio Antonia (A, Groningen) e Joey Godee (A, Cercle Brugge-BEL)

A rigor, o “Orgulho do Ijssel” também deve se preocupar um tantinho com o perigo do rebaixamento. Além disso, perdeu jogadores que ajudaram muito o time na campanha da temporada passada, como o meio-campista Falkenburg. Só que a esperança do clube de Deventer reside nos ótimos reforços vindos por empréstimo. Cedido pelo Ajax para a temporada atual, o goleiro Mickey van der Hart é presença constante na seleção sub-21. Outra promessa é o jovem atacante Alex Schalk, vindo em definitivo dos juniores do PSV. E alguns remanescentes, como Amevor, Rijsdijk e Türüç, podem ajudar a formar um time promissor.

Escudo - ZwolleZwolle

Técnico: Ron Jans
Destaque: Ryan Thomas (atacante)
Fique de olho: Wouter Marinus (meio-campista)
Temporada passada: 11º
Copas europeias: Liga Europa (disputará play-offs por vaga na fase de grupos)
Objetivo: Play-offs por vaga na Liga Europa
Principais chegadas: Boy de Jong (G, Excelsior), Ben Rienstra (D, Heracles Almelo), Wouter Marinus (M, Heerenveen), Nikos Ioannidis (A, Olympiacos-GRE) e Soufian Moro (A, Utrecht)
Principais saídas: Darryl Lachman (D, Twente), Mateusz Klich (M, Wolfsburg-ALE), Furdjel Narsingh (A, Cambuur) e Guyon Fernandez (A, sem clube)

Os Dedos Azuis viveram um sonho, na temporada passada. Embora a campanha no Campeonato Holandês tenha sido mediana, a Copa da Holanda trouxe o primeiro título grande da história do clube – e com direito a goleada em cima do Ajax, na final. E de certa forma, o sonho continua. Primeiro, porque neste sábado o clube já pode ganhar outro título, enfrentando o Ajax na Supercopa da Holanda. Depois, porque vem aí a Liga Europa – ainda que a participação provavelmente vá se limitar às duas partidas dos play-offs. E finalmente, as perdas na janela de transferências não foram tão duras com o time (só Klich e Fernandez farão falta). Há entrosamento e chance de temporada digna.

Escudo - UtrechtUtrecht

Técnico: Rob Alflen
Destaque: Édouard Duplan (atacante)
Fique de olho: Tommy Oar (meio-campista)
Temporada passada: 10º
Copas europeias: Nenhuma
Objetivo: Play-offs por vaga na Liga Europa
Principais chegadas: Christian Kum (D, Heerenveen), Ramon Leeuwin (D, Cambuur), Willem Janssen (M, Twente), Anouar Kali (M, Roda JC), Nacer Barazite (A, Monaco-FRA), Ruud Boymans (A, Willem II) e Danny Verbeek (A, Standard Liège-BEL)
Principais saídas: Dave Bulthuis (D, Timothy Derijck (D, PSV), Mathieu Delpierre (D, Melbourne Victory-AUS), Cedric van der Gun (M, sem clube), Jacob Mulenga (M, sem clube), Johan Martensson (M, Helsingborgs-SUE), Bob Schepers (A, Cambuur) e Marcus Nilsson (A, Kalmar-SUE)

Há algum tempo, os Utregs são um clube esquisito: mostram bons jogadores (o goleiro Vorm é um bom exemplo), até chegam a jogar competições continentais (estiveram na Liga Europa 2010/11), mas não se consolidam como um clube médio de respeito. Agora, tentam isso com o auxiliar Rob Alflen promovido a técnico, após o fim amistoso do ciclo de Jan Wouters no clube. Algumas contratações são interessantes, como as de Kum e Leeuwin, para fortalecerem as laterais, e Boymans, para ser o homem de referência no ataque. E há jogadores promissores, como o goleiro Ruiter, os armadores Toornstra e Oar e o atacante Duplan. Quem sabe o Utrecht consiga algo.

Escudo = ADO Den HaagADO Den Haag

Técnico: Henk Fräser
Destaque: Mike van Duinen (atacante)
Fique de olho: Rydell Poepon (atacante)
Temporada passada:
Copas europeias: Nenhuma
Objetivo: Play-offs por vaga na Liga Europa
Principais chegadas: Tim Coremans (G, NAC Breda), Sem de Wit (D, Dordrecht), Xander Houtkoop (M, Go Ahead Eagles) e Thomas Kristensen (M, Kobenhavn-DIN)
Principais saídas: Gino Coutinho (G, sem clube), Christian Supusepa (D, CSKA Sofia-BUL), Tom Beugelsdijk (D, FSV Frankfurt-ALE), Danny Holla (M, sem clube), Yanic Wildschut (A, Heerenveen), Ninos Gouriye (A, Excelsior) e Jerson Cabral (A, Twente) e Rydell Poepon (A, Valenciennes-FRA)

O time de Haia teve uma reação impressionante no fim da temporada passada. De clube arriscado a ser rebaixado, sonhou com vaga nos play-offs para Liga Europa. Tudo isso com a mudança de técnico, quando Henk Fräser foi efetivado após auxiliar o demitido Maurice Steijn. Mas agora o tempo passou. O impacto positivo do treinador novo já se esvaiu. E o clube terá de refazer a defesa, atingida pela perda do zagueiro Beugelsdijk, o melhor jogador do Den Haag em 2013/14. Resta confiar no rendimento dos novos meio-campistas, Kristensen e Houtkoop. E torcer para que o razoável goleiro Zwinkels deixe de se lesionar, bem como para que Van Duinen fique no clube.

Escudo - VitesseVitesse

Técnico: Peter Bosz
Destaque: Renato Ibarra (meio-campista)
Fique de olho: Bertrand Traoré (meio-campista)
Temporada passada:
Copas europeias: Nenhuma
Objetivo: Play-offs por vaga na Liga Europa
Principais chegadas: Arnold Kruiswijk (D, Heerenveen), Wallace (D, Chelsea-ING), Dennis Oliynyk (M, Dnipro Dnipropetrovsk-UCR), Bertrand Traoré (A, Chelsea-ING) e Abiola Dauda (A, Estrela Vermelha-SER)
Principais saídas: Frank van der Struijk (D, sem clube), Patrick van Aanholt (D, Chelsea-ING), Lucas Piazon (A, Chelsea-ING), Christian Atsu (A, Chelsea-ING) e Mike Havenaar (A, Córdoba-ESP)

Os Arnhemmers vivem um momento perigoso. Sim, a parceria com o Chelsea continua. Mas agora está sendo vista com lupa pela federação holandesa, já que a revista “Voetbal International” revelou com provas o que já se supunha: Roman Abramovich usou Eugene Tenenbaum, diretor do Chelsea, como “laranja” para comprar o Vitesse, por meio de uma empresa de fachada, com dinheiro de uma conta que o atual dono, Alexander Chigrinskiy, mantinha nas Ilhas Virgens. Com relação ao campo, a parceria continua, já que Wallace e Bertrand Traoré foram emprestados. Mas o ataque deverá sofrer, com as saídas de Atsu, Havenaar e Lucas Piazon. Fora de campo, Chigrinskiy já colocou o Vitesse à venda. Talvez saiba que o sonho de fazê-lo grande está no fim.

Escudo - Heerenveen Heerenveen

Técnico: Dwight Lodeweges
Destaque: Hakim Ziyech (meio-campista)
Fique de olho: Thomas Dalgaard (atacante)
Temporada passada:
Copas europeias: Nenhuma
Objetivo: Play-offs por vaga na Liga Europa
Principais chegadas: Jordy Buijs (D, NAC Breda), Doke Schmidt (D, Go Ahead Eagles), Yanic Wildschut (A, ADO Den Haag), Mark Uth (A, Heerenveen) e Thomas Dalgaard (A, Viborg-DIN)
Principais saídas: Christian Kum (D, Utrecht), Arnold Kruiswijk (D, Vitesse), Ramon Zomer (D, Heracles Almelo), Berend Schootstra (M, Cambuur), Anthony Lurling (A, Den Bosch), Alfred Finnbogason (A, Real Sociedad-ESP) e Rajiv van La Parra (A, Wolverhampton-ING), Bilal Basacikoglu (A, Feyenoord)

Aparentemente, o Heerenveen perdeu muito nesta temporada. Dois dos principais personagens da boa campanha do ano passado saíram do clube: Finnbogason, cuja permanência era impossível com o posto de goleador da última temporada, e o técnico Marco van Basten. De quebra, também saiu Van La Parra, importante jovem. Só que o time da Frísia até se reforçou bem. Goleador do Campeonato Dinamarquês, Thomas Dalgaard pode ocupar a lacuna deixada por Finnbogason – bem como Mark Uth, de volta. E há outras revelações, como Ziyech (que ainda pode sair), De Roon e Slagveer. A defesa também recebeu reforços. O Fean provavelmente passará por uma temporada de reformulação, mas ela deve ocorrer sem muitos problemas.