Na segunda divisão, o Bolton não faz uma grande campanha, mas chamou a atenção na última rodada. Gol de Eidar Gudjohnsen, aquele, islandês veterano ex-Chelsea e Barcelona, atualmente com seus 36 anos, com passe de Emile Heskey, aquele mesmo, ex-Liverpool e seleção inglesa, que ostenta suas 37 primaveras. O gol abriu o placar para o Bolton o no jogo contra o Cardiff, fora de casa, nesta segunda-feira. Depois, Craig Davies marcou duas vezes e consolidou uma vitória construída toda no segundo tempo.

O Bolton faz uma campanha bem meia-boca, para não dizer ruim mesmo. É só o 16º colocado, com 49 pontos em 41 jogos. Não briga por classificação e tem poucas chances de rebaixamento, então está só desfrutando esse resto de campeonato na segunda divisão. O gol, marcado aos 10 minutos do segundo tempo, foi um lance típico de centroavante de Heskey. Ele recebeu uma tijolada e ajeitou, com o peito, para o colega de ataque islandês marcar em um chute forte, de perna esquerda, no ângulo. Golaço (está no minuto 2:51 do vídeo).

“As pessoas estavam rindo quando nós os contratamos, mas eles tem sido absolutamente esplêndidos para nós”, declarou o técnico Neil Lennon, ex-Celtic, após o jogo. Pois é, o comandante ficou feliz com o desempenho dos seus veteranos.

Ver jogos do Bolton é quase como assistir “De volta para o futuro”. Você pode achar que está no ano 2000, mas na verdade está em 2015. Na segunda divisão inglesa, com ares de nostalgia que a liga já tem por si. Confira os lances do jogo: