O técnico Pep Guardiola e o atacante Lionel Messi fizeram doações milionárias para hospitais no combate ao coronavírus. O treinador do Manchester City participou da campanha de doação ao Hospital Universitário de Barcelona e a Fundação Angel Soler Daniel para combatarem o novo coronavírus. O atacante Lionel Messi, do Barcelona, também contribuiu para o mesmo hospital.

“A campanha tem como objetivo coletar materiais médicos e contribuições financeiras de médicos e da população em geral para a compra de equipamento médico e equipamento que está faltando atualmente nos centros médicos na Catalunha”, diz um comunicado do Hospital Universitário. “Também irá financiar a produção alternativa, através de impressão 3D e outros métodos, de respiradores e equipamento de proteção pessoal para as equipes de saúde”.

A campanha conseguiu reunir € 33 mil em três dias, antes da contribuição de Guardiola. A Espanha é um dos países mais afetados pela pandemia do novo coronavírus e a doença que causa, a COVID-19. São mais de 40 mil casos e mais de 3 mil mortos. A região da Catalunha é um dos locais com maior número de casos da doença.

Tanto Guardiola quanto Messi doaram € 1 milhão de euros cada, segundo informações do Ara e do Mundo Deportivo. A quantia doada pelo jogador do Barcelona, porém, é dividida entre a instituição de Barcelona e um centro médico da Argentina.

O Hospital de Barcelona confirmou a doação de Messi em uma publicação no Twitter: