Guaraní, Barcelona, Universitario: os clubes mais tradicionais se impõem e avançam na Libertadores

A Libertadores definiu nesta semana os três classificados em sua primeira fase preliminar. E dá para dizer que a “camisa pesou” nos confrontos, já que os três clubes mais tradicionais carimbaram suas passagens rumo à próxima etapa. O Universitario foi o primeiro a avançar, garantido na terça-feira. Já nesta quarta, Guaraní e Barcelona ampliaram as vantagens construídas ainda na ida. Enquanto peruanos e equatorianos podem alcançar o grupo do Flamengo, os paraguaios terão um reencontro com o Corinthians na segunda fase preliminar.

O Guaraní, aliás, foi a equipe que se impôs de maneira mais contundente nesta etapa inicial da Libertadores. Os aurinegros já tinham derrotado o San José em Oruro, por 1 a 0, quando deram um bocado de sorte após os bolivianos acertarem duas bolas na trave. Em compensação, nesta quarta, os paraguaios não permitiram dúvidas em Assunção: golearam por 4 a 0.

Em meio a uma blitz no início do jogo, Edgar Benítez abriu o placar aos 17 minutos. O segundo gol veio logo aos 25, com Nicolás Maná, aproveitando um contra-ataque. O Guaraní seguiu no domínio, mas só matou o jogo depois dos 33 do segundo tempo, graças a duas jogadaças de Raúl Bobadilla. Fernando Fernández e Rodney Redes anotaram os gols. A apresentação da equipe de Gustavo Costas nesta quarta mostrou como a velocidade nos contragolpes pode ser uma dor de cabeça ao Corinthians.

O Universitário, dentro do Estádio Monumental U lotado, cumpriu sua missão após o empate no jogo de ida contra o Carabobo. Em seus domínios, os cremas derrotaram os venezuelanos por 1 a 0. Criando as melhores chances, o time da casa assegurou sua classificação aos 24 minutos. Federico Alonso arrematou de cabeça, a bola desviou na marcação e encobriu o goleiro. O Universitario seguiu vivíssimo em busca do segundo tento, mas o arqueiro Ángel Hernández evitou um estrago maior ao Carabobo. O próximo adversário dos peruanos é o Cerro Porteño.

Por fim, o Barcelona dominou o segundo jogo contra o Progreso, após já ter vencido por 2 a 0 em Montevidéu. Num duelo quente em Guayaquil, os Toreros anotaram 3 a 1 no placar. Damián Díaz facilitou ainda mais a missão dos equatorianos, com o primeiro gol aos 13 minutos, numa cobrança de falta cruzada na área que passou por todo mundo e terminou nas redes.

Os uruguaios esboçaram uma reação quando Alexander Rosso empatou aos 11 do segundo tempo, mas Fidel Martínez esfriou os visitantes com um golaço, ao mandar a bola na gaveta no minuto seguinte. Já aos 28, Pedro Velasco acertou um chute seco e ratificou a classificação – com uma vitória que só não foi mais ampla pelas chances desperdiçadas no fim. No caminho do Barcelona estará o Sporting Cristal. A segunda fase preliminar começa na próxima terça.