DEPORTIVO LARA

Club Deportivo Lara
Como chegou à Libertadores: Campeão do Apertura e Clausura da Venezuela
Melhor campanha: Primeira participação
Campanha em 2012: Não disputou.

 

 

Destaque

Miguel Mea Vitali. O experiente meio-campista de 33 anos tem no currículo passagens pelo Unión Lleida, da Espanha, futebol grego e suíço, mas chegou ao auge quando foi para a Lazio em 2004. No Deportivo Lara desde 2011, o venezuelano conseguiu retornar à seleção do país e naturalmente se tornou referência técnica dos rojinegros. É dele o passe qualificado, as cobranças de escanteio e faltas.

Ponto forte

Intensidade. Principal ponto da equipe que encantou a Venezuela no segundo semestre de 2011 e primeiro de 2012, a velocidade e chegada com vários atletas ao setor ofensivo segue como a aposta do Deportivo Lara para surpreender. A herança de Eduardo Saragó, grande responsável pela guinada do clube, ainda está presente, mas em doses mais reduzidas com o treinador Lenin Bastidas.

Ponto fraco

Defesa. Acostumado a atacar incessantemente o Deportivo Lara nunca se preocupou muito em defender. A troca de comando e a saída de alguns atletas acabou mudando um pouco o jeito de o time jogar, mas a falta de vocação defensiva permanece. Infelizmente para os crepusculares.

Até onde pode ir

Fase de grupos.

Time base

Deportivo Lara

Técnico: Lenin Bastidas

VOLTAR AO GUIA