Classificado na Liga Europa, o Manchester United recebia o AZ para garantir a liderança de seu grupo. E a vitória em Old Trafford valeu para os Red Devils confirmarem também a boa fase. Ole Gunnar Solskjaer poupou as suas principais peças e escalou um time cheio de garotos, bem como alguns medalhões sem tanto espaço. Os ingleses não fizeram um bom primeiro tempo. No entanto, sob a batuta do imparável Mason Greenwood, deslancharam na segunda etapa e registraram uma sonora goleada por 4 a 0 – que deixa ainda mais leve o clima ao redor do elenco. O torneio continental é um objetivo real aos mancunianos nesta temporada.

O expressinho do United demorou a se encontrar na partida. Tomou sustos do AZ, melhor no primeiro tempo, e só criou chances pouco antes do intervalo. De qualquer forma, a vitória deslanchou na segunda etapa. Foram quatro gols anotados num intervalo de apenas 11 minutos. O primeiro saiu aos oito, a partir de um lindo drible de Andreas Pereira na bandeirinha de escanteio, que permitiu uma envolvente troca de passes. O cruzamento rasteiro de Juan Mata atravessou toda a pequena área, mas Ashley Young aproveitou pelo lado direito.

Depois que a porteira se abriu, ficou mais fácil. Aos 13 minutos, Mason Greenwood dominou na entrada da área e chutou no canto para anotar o segundo. Com fome de bola, o garoto também estaria envolvido no terceiro, ao sofrer pênalti que Mata converteu, aos 17. E a blitz do United se concluiu aos 19. Mata deu mais uma assistência, retribuindo a Greenwood. O ponta limpou pela direita e mandou o tiro rasteiro, ao lado do goleiro. O AZ estava nas cordas. E a impressão era de que o quinto poderia ter saído depois disso, com boas chances na reta final.

O Manchester United encerra a sua participação na fase de grupos da Liga Europa com 13 pontos. Foram quatro pontos de vantagem sobre o AZ, também classificado. As vitórias anteriores nem contaram com o melhor futebol dos Red Devils, mas serviram como laboratório a Solskjaer. O momento favorável, entretanto, fez o time crescer e viver sua melhor atuação nesta quinta. Créditos a Greenwood, que exibiu o máximo de seu talento e pleiteia cada vez mais minutos na equipe.

Classificações Sofascore Resultados